Memes e Tags

Uma carta para o meu eu de 10 anos atrás

Imagem: ITDalee

Aninha,

Não se assuste com estas palavras. Sei que você tem apenas 12 anos e muito o que aprender (e acredite, eu também em meus 22 ainda tenho uma vida inteira de aprendizado), mas leia com atenção o que quero te dizer.

Passe tardes a fio lendo seus livros. Mas já te falo uma coisa: Harry Potter será a saga que você mais amará ainda em seus 12 anos. Você vai sonhar e se encantar durante anos! Eu me encanto até hoje! E sei o quanto você gosta de escrever histórias. Lembra, aos seus 10 anos, você escreveu um conto sobre Lobisomens? Não sei de onde você tirou a ideia que um lobisomem vivia no castelo estilo Conde Drácula e só estava em busca de um amigo. Não deixe de escrever os seus contos (horripilantes ou não) como eu deixei de escrever um dia. Hoje mal consigo pegar numa caneta sequer.

Não se preocupe com aquela prova de ciências que você irá fazer na semana que vem. Você sabe que irá conseguir tirar uma nota maravilhosa sem abrir um livro sequer. E assim será durante muito tempo. Você não precisa se preocupar com muitas coisas por um bom tempo. Aproveite o seu tempo livre para fazer coisas que você realmente ama. Eu sei o quanto você adora pintar e desenhar… e você afoga isso com o medo de outros acharem feio. Você não deve se importar com os outros!

Não fique triste quando seu pai disser que você não terá futuro quando você um dia disse que queria fazer um curso de artes. Ele não faz ideia do futuro brilhante que você pode ter fazendo o que realmente ama. Você vai dizer que vai querer estudar biologia ou engenharia, mas você voltará para suas raízes em breve, logo uns anos depois quando você descobrir o computador e a blogosfera daqui alguns meses.

Aninha, nunca deixe de ser quem você é pelos outros. Jamais tente ser alguém diferente só para ser aceita. Se você prefere livros e arte do que festinhas e baladas, qual é o problema? Se você ainda gosta de brincar na rua descalça e subir em árvores enquanto suas amigas se preocupam com garotos, qual é o problema? Você sentirá muita falta de sua infância maravilhosa. Por isso, estenda-a ao máximo!

No tempo certo, você vai amar e viver momentos inesquecíveis com o seu primeiro amor. Mas saiba que ele não será o único, tampouco o mais memorável, porém, irá te marcar pelo resto de sua vida. Afinal, ele será o seu primeiro amor… Ele te ensinará a ser menos egoísta, a pensar no próximo e tentar ser uma pessoa melhor. Mas fique tranquila caso não dê muito certo… Você tem uma vida inteira pela frente e o fim de uma amizade colorida não é o fim do mundo como você pensa.

Alguns pequenos amores passageiros virão, mas não muitos. Você não é igual às suas amigas que ficam com qualquer garoto, com a esperança de se tornarem completas. Acredite em seu coração, pois no tempo certo ele estará preparado para o seu verdadeiro amor. Mas enquanto ele não chega, não tenha pressa. Para tudo tem o seu tempo. Como sua mãe disse um dia, "às vezes, o amor da sua vida pode estar na casa ao lado e você nem imaginar"… Não ignore o comentário de sua mãe! Você verá um dia que ela sempre tem razão e você nem suspeitava disso.

Aninha, saiba que sua garra moverá montanhas. Não se desanime se alguém te dizer ao contrário. Não deixe de tentar viver o seu sonho e jamais abandone a luta. Deus tem um caminho maravilhoso traçado para você. É só você ter fé e deixar nas mãos Dele que seu futuro será brilhante e cheio de arte.

Um beijo grande,
Seu Eu do futuro.

A ideia deste post é do pessoal do Hypeness


Comentários

Ao comentar, você alega que está de acordo com a política do blog e de privacidade, consentindo o armazenamento de seu nome e e-mail nos cookies. Os comentários são moderados manualmente e podem levar algumas horas até serem divulgados ao público.

  • Neli Carpinter

    Olá!
    Adorei a sua carta. Esse tema foi muito bom neh? Uma viagem ao passado nos faz ver que tudo valeu à pena para construirmos quem somos hj.
    Bjus

    • Aninha

      @Neli Carpinter, o tema foi ótimo! Fico feliz que tenha gostado da carta *-*
      Desculpe pela demora na resposta! Mas antes tarde do que nunca, né? Hehe ˆˆ
      Beijocas, e tenha um lindo restinho de domingo! :*

  • Lena

    Algumas coisinhas me lembraram de quando conheci o seu blog. Nós duas fazíamos post tão recheados de amor. Lembra? Era trilha sonora, tínhamos o tumblr com nossos namorados <3

    Você continua assim romântica e somos muito parecidas em acreditar no amor, que ele virá, que tem o tempo certo :] eu me apaguei mais a essa parte da sua cartinha pela identificação e olha, fico muito feliz com a profissional que você se tornou!

    Um beijo grandão!

    • Aninha

      @Lena, você não faz ideia do quanto eu gostei de seu comentário quando disse que se lembrou de algumas coisas lá do começo do blog. Sério! Eu fico pensando às vezes se alguém se lembra da Ana de 4 anos atrás, da adolescente sonhadora e poetisa que eu mostrava ser. E fico feliz em saber que alguém se lembra disso e ainda se identifica comigo depois de tanto tempo. Nossa essência jamais mudará né. Seremos eternamente românticas, hehe.
      Desculpe pela demora na resposta! Mas antes tarde do que nunca, né? Hehe ˆˆ
      Beijão grande, e tenha um lindo restinho de domingo! :*

  • Manuelle

    Linda a sua carta Aninha. Queria saber escrever assim. Amo vim aqui no Madlyluv a anos. bjos

    • Aninha

      @Manuelle, fico feliz que adora vir aqui no Madly Luv! *0* E não se acanhe… escrever é maravilhoso e cada jeitinho de escrever é singular e lindo (exceto quando pecamos terrivelmente na gramática milhares de vezes, hehe).
      Desculpe pela demora na resposta! Mas antes tarde do que nunca, né? Hehe ˆˆ
      Beijão grande, e tenha um lindo restinho de domingo! :*

  • Filipe Machado

    Desde que li a ideia no Hypeness mês passado, fiquei pensando no que escreveria, mas acabei não tomando a atitude de escrever alguma coisa. Então, a partir da Blogagem Coletiva fui lendo cada carta interessante, que fiquei com muita vontade de escrever. Depois que li o seu, isso me inspirou, e decidi que vou fazer a minha também — por que não, né? (Ainda coloquei o link do meu blog no rotaroots, e cliquei pra participar lá no grupo do "feice", mas enfim…)
    Adorei sua carta, é sempre essencial ser você mesmo e seguir o que gosta e acredita. Fazer o que ama e confiar em Deus é tudo. Muito bom. 😉

    • Aninha

      @Filipe Machado, que bom que se sentiu inspirado! Eu vi que você também fez a carta, fiquei muito feliz em ver (e ficou lindíssima para falar a verdade… ). Gostei muito da parte que você fala sobre o apoio de seus pais em sua carreira. É tão bom saber que nossos pais não cobram né? Demorou muito para os meus entenderem isso.
      Enfim, obrigada pela visita e pelo comentário! Desculpe pela demora na resposta. Antes tarde do que nunca, né? Hehe ˆˆ
      Abração, e tenha um lindo restinho de domingo! :*

  • Cecília Maria

    Sua carta está muito linda, de verdade. Me identifiquei em algumas partes (quase todas). E vou lhe dizer uma coisa: arte é uma das coisas mais lindas que esse mundo tem, todos os tipos dela. Eu acho que não existe riqueza maior do que a felicidade, portando devemos correr sempre atrás da nossa.
    Grande beijo

    • Aninha

      Oh @Cecília Maria, muito obrigada. Mas você está certinha. Precisamos fazer o que realmente amamos, e assim seremos felizes. A arte é linda e sensível em todas suas formas, e acho que as pessoas deveriam valorizar mais. Quem faz curso de artes entende o que eu digo. É uma coisa linda, porém não tanto apreciada como deveria ser.
      Desculpe pela demora na resposta! Antes tarde do que nunca, né? Hehe ˆˆ
      Beijão grande, e tenha um lindo restinho de domingo! :*

Veja mais comentários:
1 2 3
ir ao topo