Fotografia

Tudo sobre minha Nikon D3200 e dicas de lentes

Vira e mexe eu sempre falo sobre fotografia, mas eu nunca tinha parado para resenhar a minha própria câmera! Ok, pode me bater. Eu tinha comentado a dois anos atrás em um post com dicas de como escolher a câmera certa, explicando porque escolhi a minha Nikon D3200, bem como onde eu comprei. Agora chegou a hora de falar sobre a minha experiência com ela depois destes anos e aproveitar para dar várias dicas e explicar sobre o seu funcionamento, custo-benefício e quais são as lentes ideais para ela. Te prepara que o post é enorme (tem bastante texto dentro das abinhas, rs), mas garanto que está bastante completo, pelo menos no ponto de vista de necessidade de uma blogueira e/ou fotógrafa iniciante.

Foto tirada com a camera do celular, porque né… a câmera de fato precisava ser ilustrada, hahaha

Sobre a câmera e para quem ela foi feita

Esta linha da Nikon é destinada para iniciantes em fotografia. Ela vai de recursos completamente automáticos para quem é leigo até ao controle totalmente manual para quem já tem noções de fotografia. Ela possui um dos maiores valores em MP (24,2MP) de toda linha da marca, filma em full HD e tem um ótimo processador (nunca travou, nunca ficou lento ou algo parecido comigo nestes 2 anos de uso). Acho que ela é perfeita para nós, blogueiros, pois tem vários recursos que deixa a qualidade de nossas fotos e vídeos maravilhosa.

A Nikon D3200 não é uma câmera profissional, mas possui uma qualidade de imagem que quase chega no nível das melhores D-SLR profissionais do mercado e é um ótimo custo-benefício já que você pode encontra-la no Mercado Livre por cerca de R$1.500. Sempre recomendo o Mercado Livre pois é lá que você encontra vários equipamentos fotográficos e com preços justos. É só pesquisar a reputação do vendedor e ser feliz na compra, haha.

Aproveite e leia também:

Tudo sobre minha Nikon D5600

Foco (vantagem e desvantagem) e lentes recomendadas

Já que a D3200 não é profissional, é óbvio que possui limitações. O modo de foco é maravilhoso, dando a opção de 11 pontos focais. 😊 Entretanto, uma coisa me deixou decepcionada que eu não sabia quando eu comprei a câmera: ela não possui foco automático. MEU MUNDO CAIU 😲 Como assim, Ana? Calma que vou explicar. Acontece que: o corpo da câmera dá a opção de modos de foco, mas ela por si só não produz o foco, sacou? O motorzinho que faz o foco "girar" precisa estar presente na lente. Mas não fique triste que pois existe lentes fazem o auto-foco que atende essa carência da D3200! É só continuar lendo que eu darei dicas. 🙂

Quais são os melhores tipos de lentes para a D3200?

A Nikon tem vários tipo de lentes (chamadas Nikkor) para suas câmeras, das quais grande parte funciona para todas da marca. No blog Dicas de Fotografia há um post que fala a diferença básica entre as lentes. Entretanto, não é só isso: há varias "sub-diferenças" entre os tipos, por assim dizer. Vai de questão de material, tecnologia, tipos de foco, captura de cores e até para tamanhos diferentes de sensores. Tudo isso é especificado em letras, fazendo o nome das lentes ficarem gigantes. Dai vem a pergunta: Como saberei qual tipo de lente que se encaixa melhor na D3200? Calma que a tia Ana aqui explica o básico das nomenclaturas das lentes aqui em baixo. 😉

Relação entre tipos de lentes da Nikkor e especificações

Verificando pela lista de lentes compatíveis nas especificações técnicas da câmera descobri que a opção de foco automático ideal é o AF-S, que estão em sua maioria em objetivas de modelo/tipo G, que infelizmente são mais caras que a D (veja os tipos acima para entender). Uma 50mm f/1.8 D custa em média R$450, enquanto a 50mm f/1.8 G fica em torno de R$750. Se me doeu quando descobri isso? Sim, muito. Mas isso não faz com que as D sejam piores, só não têm o auto-foco, simples assim. Fiquei um ano me virando com uma D e quando consegui mais $$$ eu vendi ela e fui para a G. 🙂

Dica de 3 lentes para completar o seu kit

Contando que você já tem a lente que vem no kit, a 18-55mm, eu bolei mais 3 dicas de lentes que acho que é essencial para blogueiros e iniciantes na fotografia: uma lente para perto, outra de zoom e uma genérica pau para toda obra, haha. Veja só!

Veja as descrições das lentes acima

 
Todas as lentes indicadas acima são AF-S e do tipo G para garantir o auto-foco e desempenho máximo da D3200, mas não é uma obrigação ter estas lentes, ok? Você pode muito bem querer investir nas mais simples, que possuem as mesmas distâncias focais (ou aproximadas) das que exemplifiquei só que possuindo foco AF ou do tipo D, que são bem mais em conta.

As fotos abaixo foram tiradas com as minhas lentes para você ter uma ideia (35 e 50mm). Em suma, as duas são bastante parecidas, mas a 35mm consigo tirar fotos bem mais de perto, sem ficar me preocupando com distância como é no caso da 50mm.

Fotos tiradas pela 35mm

Fotos tiradas pela 50mm

Tibouchina granulosa, florzinha típica do cerrado
~Brabuleta~ ♥

Quando menor a distância focal, maior é a distorção dos objetos para abranger mais ainda o enquadramento. Entretanto, a distorção dos objetos fotografados pela 35mm é quase imperceptível, então ela ainda é uma boa opção para fotografar pessoas, mas eu gosto de fotografar objetos com ela devido aos detalhes.

Aproveite e leia também:

Fotografia: Ensaio de Malandra
Fotografia: Noivado e Casamento de Neli e Pawel
Como edito minhas fotos para o blog
Como otimizar imagens para acelerar o carregamento do blog


A lente que vem no kit da D3200

A lente que vem no kit da câmera é uma AF-S DX NIKKOR 18-55mm f/3.5-5.6G VR e é uma lente maravilhosa e versátil. Entretanto, ela não é um lente "clara", ou seja, capta uma quantidade de luz menor do que outras lentes como a famosa 50mm porque não possui uma grande abertura de diafragma para entrar a luz. Enquanto a 50mm abre até 1.8 e come toda luz do ambiente, a 18-55mm vai até 3.5 e pode acontecer da foto ficar um pouco escura. Mas com um joguinho de cintura dá para fazer coisas incríveis com ela! Estas 3 fotos abaixo foram tiradas com a minha 18-55mm logo quando eu comprei a D3200. Clique nelas para ampliar.

Aproveitando ao máximo de sua 18-55mm


Outros detalhes da D3200: recursos simples mas que fazem a diferença

Os detalhes fazem a diferença e foram eles que conquistaram o meu coração. Mas confesso que ainda há algumas coisas que eu ainda não sei sobre a câmera #shameonme. Uma delas que eu gostaria de experimentar é a conectividade entre a câmera e o smartphone para compartilhamento instantâneo de fotos. Nunca testei pois tem que comprar o adaptador para ela pegar o wifi, só que não vi boas críticas sobre este adaptador, então eu nem cogitei em comprar (fico só na vontade). Fora esse detalhe, há coisas lindas para explorar, veja abaixo.

Recursos para serem explorados


Conclusão

Já fiquei tão acostumada à minha pimpolha que não consigo me ver com outra câmera. Ela me atende muito bem, e já me permitiu fotografar até casamentos com ela! Mas não a indico para algo profissional de fato. Para estes casos ela é apenas um quebra-galho. Entretanto, isso não impede de você trabalhar com ela — mas irá perceber com o tempo que precisará de uma câmera com mais opções e recursos mais avançados.

A D3200 não apertou muito o meu bolso, exceto pelo fato das lentes. Mas como não fico comprando zilhões de lentes, então não reclamo. Pelas minhas contas eu comprei uma lente a cada ano, então é só ir juntando o money que fica sussa. Mas isso vai da opinião de cada pessoa, ok? Talvez uma Canon seja melhor para alguns enquanto a Nikon para outras.

É melhor uma Nikon série D3000 ou uma Canon da série Rebel?

Links úteis

  1. Área de suporte Nikon: Qual é a diferença entre o formato FX e o formato DX?
  2. Fórum Rio Fotográfico: Diferença entre lentes Nikon "G" e "D"
  3. Tecmundo: Análise: câmera DSLR Nikon D3200 [vídeo]

Agora chega, né? Haha. Acho que nunca fiz um post tão grande em toda minha vida de blogueira! Foi feito com bastante carinho e dedicação de um final de semana inteiro, rs. Mas acho que eu consegui explicar bastante coisa sobre a câmera e tentei ser o mais objetiva possível. Busquei reduzir o post usando abinhas, mas será que consegui sanar todas as dúvidas? Se não, comente no post e me pergunte! Responderei tudo!


Comentários

Ao comentar, você alega que está de acordo com a política do blog e de privacidade, consentindo o armazenamento de seu nome e e-mail nos cookies. Os comentários são moderados manualmente e podem levar algumas horas até serem divulgados ao público.

  • Maria Fernanda

    Eu tenho pesquisado muito atrás de uma boa câmera para não-profissionais por isso amei o seu post! *_*
    Sem contar que a primeira câmera digital que eu testei na vida era uma Nikon e lembro que adorei mexer nela.

    • Aninha

      @Maria, que bom que gostou do post! Eu também tinha uma Nikon compacta e os controles são bastante parecidos. Geralmente as diferenças da interface são mínimas, o que muda são as ferramentas e comandos, mas a telinha mesmo é praticamente igual!
      Beijocas e boa sorte com sua futura aquisição! Vale super a pena 😀

  • Yasmin

    AHHH! Cinquentinha é pu-ro amor! Quero comprar uma novaa pra minha camêra.
    Acho legal a Nikon, mas como tenho uma Canon (Rebel – 3TI), não penso em trocar ainda, rs.
    Um post super detalhado, amei³³³! 😲 Deu até vontade de trocar de cam, hehaehaeha.. 😜
    Beijão, Min

    • Aninha

      @Yasmin, mas é assim mesmo, haha. É questão de costume sobre qual câmera acha melhor. Como eu já tinha uma Nikon compacta a muito tempo atrás, eu não tive problemas nenhum com os controle dessas e fiquei apaixonada!
      Beijocas!

  • Gabi

    Tive duas cadeiras de fotografia nos últimos dois semestres da faculdade. Na primeira cadeira era algo mais teórico, saímos duas vezes apenas para tirar fotos. Já na segunda cadeira tirávamos fotos em quase todas as aulas, além de reproduzir fotografias escolhidas pela professora. Confesso que achei mágico tudo que eu descobri sobre fotografia, a qualidade das fotos, a diferença que faz uma luz adequada e tudo mais, mas não tenho vontade de tirar fotos e mais: acho até chato. Preferi ser a modelo do que a fotógrafa haha
    De qualquer forma, se algum dia eu sentir a necessidade de comprar uma câmera melhor que a minha compacta velha de guerra, certamente vou ler teu post novamente porque tem todas as informações necessárias 🙂

    • Aninha

      Hshaushauhs cada um se comporta diferente perante à fotografia @Gabi, o seu foi modelar <3
      Beijocas e feliz ano novo!

  • Lucas Maia

    Oi Aninha, já era pra ter vindo comentar sobre há muito tempo, mas… Então vamos lá.
    Eu adoro a minha D3100 e já fizemos boas coisas juntos e ainda iremos fotografar por muito tempo juntos e quando fiquei sabendo que as lentas para ela teriam que ser do modelo G, não fiquei tão chocado assim. Afinal, sabia que lentes não são muito baratas mesmo e é algo que dura pra sempre, tendo cuidado, claro. E que você mudando o corpo e mantendo o fabricante, elas continuarão a funcionar. Então, nesse quesito não tenho muito o que reclamar.

    Meu choque foi semana passada, quando estava olhando preços no site da Nikon e lembrei que olhar os controles remotos, porque me lembro de te visto no Mercado Livre bem baratinho. Daí, achei o modelo que tinha visto no ML, o ML-L3, mas olha aí. Ele não é compatível com minha câmera. E o pior, só ela de toda a linha da D3000 ( D3000 – D3200 e D3300) aceitam ele e dos da D5000 todos os modelos, etc. Mas a minha D3100 não! Como pode, Brasil?! Aí tenho duas opções de controle, um mais barato, similar o preço do ML-L3, MC-DC2 (se não me engano), mas não gostei, porque ele tem um fio que conecta na câmera e eu tenho a impressão que ele pode aparecer nas fotos e achei grande pra esconder; o outro, WR-T10 (eu acho) é sem fio, parece que funciona como as ondas de radio, mas é quase o preço de uma lente. =O Vou continuar a me virar sem um. hashas

    Tenho minha 50mm D e tirou muito proveito dela, só sinto falta algumas horas em eventos que tenho que ser rápido e aí um foco automático seria o ideal, mas a gente se vira bem. 😉 Mas ando pensando em comprar uma 35mm G próximo ano, também estou comprando uma lente por ano e esse ano comprei uma zoom, a 70-30mm, não tem foco automático, mas estou achando melhor focar nela do que na 50mm D, e tenho feito fotos bem legais com ela, vou testar mais e te falo depois. Mas na lista está a 85mm G, pode ser a 1.8 mesmo que não reclamo, ao invés da 1.4 rsrs. E a mais linda que sei que quando comprar serei a pessoa mais feliz desse mundo, é a 17-55mm f/2.8 *-*.

    Enfim, um comentário enorme, mas precisava desabafar sobre o controle. rsrs
    Beijão, Aninha e feliz 2015! =*

    • Aninha

      @Lucas Maia, eu não sabia dessa do controle remoto!! Bom saber agora que já tenho alguns modelos para me direcionar. Ainda não senti necessidade porque já me acostumei e consigo me virar bem com o timer + tripé. Depois de pesquisar bastante Luquinhas, eu to quase comprando a 55-200 por ser bem em conta e possui o foco automático, que dai me quebra um pouco do galho que a 85mm poderia exercer, e me dá mais opções de distância focal. O duro é que a abertura dela é f4, então não ficará aquela coisa linda do bokeh forte que utilizamos tanto na f1.8. O que você acha Lucas?
      Aquele abraço e um feliz ano novo! o//

  • Lívia

    Você parece que lê pensamentos!
    Eu já estava indo te mandar um "oi" pelo Facebook para perguntar mais sobre essa câmera, pois eu andei lendo o outro artigo que você escreveu sobre ela e como vai entrar uma graninha, tô pensando em comprar… quando você me vem com um post completinho! *-* Aninha querida, obrigada! ?
    Vou ler e reler! Amo seus posts, sempre muito úteis e uma doçura de ler! hahaha Beijo

    • Aninha

      Ah não @Lívia, séeerio? Nossa, tu fez eu ganhar o meu dia agora kkkkkkk Fico feliz que ajudei de alguma forma <3
      Um beijo grande e FELIZ ANO NOVO! *——*

Veja mais comentários:
1 2 3 4 5 17
ir ao topo