Pessoalidades

Tempo

Percebi que o tempo é o melhor dos remédios e que experiência é muito mais válida que um conselho, pois é depois de algum tempo aprendemos que o que aconteceu antes foi essencial para quem somos hoje. Sempre há algum dia ou fase na nossa vida que nos arrependemos amargamente do que fizemos, e somente o tempo pode amenizar o sentimento de remorso — ou o perdão. Às vezes nos sentimos inconsoláveis por um ato besta feito sem pensar, que fica remoendo durante dias em nossa cabeça, mas sempre vem o tempo e arranca de nossas costas um pouco desse sentimento. É como se fosse um elemento radioativo com sua meia-vida: de tempos em tempos vai amenizando sua força. Pelo menos comigo isso acontece.

Há algumas coisas que arrependo-me no passado, mas hoje percebi que elas foram cruciais para eu ser quem sou no hoje. Se eu não tivesse-as feito, talvez eu faria hoje, pois eu não saberia das consequências. A uns 3 anos eu era bastante impulsiva e falava sem pensar e fazia as coisas sem refletir no depois — e ainda sou de vez em quando, ninguém é perfeito. Quebrei a cara várias vezes e já machuquei muitas pessoas, assim como eu já fui machucada devido as consequências. Já perdi amigos, pessoas que eu amava, por bobeirinhas e vingancinhas de garota mimada.

O tempo é capaz de moldar uma pessoa, por isso que sempre nos dizem para escutar os mais velhos. Eles já passaram por tanta coisa… coisas que achamos que hoje é o fim do mundo, e para eles é apenas um obstáculo que tinha que ser superado. No amanhã veremos que o que aconteceu era necessário acontecer, o que fizemos era necessário ser feito. Acredito que até mesmo as nossas "burradas" são necessárias de vez em quando. É só errando que se aprende.


Comentários

Ao comentar, você alega que está de acordo com a política do blog e de privacidade, consentindo o armazenamento de seu nome e e-mail nos cookies. Os comentários são moderados manualmente e podem levar algumas horas até serem divulgados ao público.

  • Lais Gomes

    E mesmo muito ruim se arrepender de coisas que fez ou poderia ter feito, mas o bom e que depois olhamos pra tras e percebemos que era necessario, que sem aquilo, talvez nunca saberiamos como era passar por alguns momentos : )

  • Lusinha

    Ah, com certeza Aninha.
    O tempo é amigo, mas para mim às vezes é inimigo também. É amigo porque é capaz de curar feridas e sábio por mostrar coisas que no presente não conseguimos enxergar.
    Mas inimigo por nem sempre ser o tempo do nosso tempo e, assim, ficamos naquela impaciência das coisas logo se resolverem.
    O tempo já me mostrou muitas coisas, aprendi muito nesses meus 25 anos. E o tempo me ensinou também que ainda tenho MUITO a aprender!
    Bjitos!

  • Lilian Britto

    Ai Ana, vc sumiu lá do meu blog, não faz isso não!!!! Aparece nem q for pra falar um OI, rs.
    Mas agora, sobre seu post… Olha só, escute as palavras da tia Lilian, de 36 anos nas costas: é melhor vc se arrepender por algo q vc tenha feito do q se arrepender por algo q vc não fez! (tá, a frase não é minha, peguei emprestada 😊). Imagine só, vc passar uma vida toda pensando no q poderia ter acontecido se vc tivesse feito isso ou dito aquilo? É ruim pra caramba, vai por mim! Eu sempre fui muito de falar e fazer as coisas sem pensar, hoje melhorei um bocadinho, vez ou outra me pego fazendo cena, principalmente de ciume, do qual sou dependente até os ossos, rs, mas eu aprendo com meus erros passados. Tudo q vc fez ou disse, formou a pessoa q vc é hoje! Não perca tempo remoendo bobagens q vc fez no passado, tudo passa, tudo é perdoado (e é por isso q passado chama-se passado, porq passa!)
    Beijos minha querida, fique com Deus, linda semana p vc =*
    P.S.: Não some! Tenho saudades de vc…

  • nina

    ;)…reflexiva

  • Talita S.

    Realmente o tempo é o "senhor" da razao =)
    Com certeza aprendemos muito mais com eles do que com conselhos, se bem que sao sempre bem vindos né?!

    Beijos :***

Veja mais comentários:
1 3 4 5 6
ir ao topo