Memes e Tags

Tag: Conhecendo a blogueira

Olá pessoal, como foi o Natal de vocês? Nesta semana trago uma tag bem bacana, também conhecida de uma forma gringa como "Know Your Blogger", que consiste em indicar 11 bloggers para responderem 11 fatos sobre eles, bem como responder perguntas de quem indicou e também perguntar para quem irão indicar (tudo na casa dos 11, haha). Fiquei extremamente surpresa (e muito feliz) por, um dia qualquer bizoiando a blogosfera a algumas semanas atrás, me ver sendo indicada por blogs que tanto amo: o da Gigi, o Avec Gigi, o da Vic, o Borboletando e o da Pri, do Fotografia e Coisinhas. 😊 Como eu poderia deixar de fazer?

null

11 fatos sobre mim

Aproveitando o embalo que a Gigi, a Andrea e a Ba fizeram, vou tentar resumir tudo num só parágrafo, haha.

#1 Nasci em São Paulo – SP, mas desde o 5 anos moro na terra do pequi e berço do sertanejo. #2 Sou alérgica à VIDA. Respiro, logo espirro. (Saúde, amém, obrigada)20 #3 Antes de prestar vestibular para Design Gráfico, prestei também para Ciências da Computação e Sistema de Informação, e antes já pensei em prestar para Ciências Biológicas (ainda penso) e também para Física (e eu sou péssima em física). #4 Minha família não viaja de verdade há quase 10 anos (isso inclui a mim), porque ninguém da família (isso inclui eu também) tem coragem de deixar nossas cachorrinhas num hotel ou deixar nas mãos de algum familiar enquanto estamos fora. #5 Tenho um metro e meio de altura e, sim, cresci até aos 18 anos (e não, não parei aos 12). Cresci tão, mas tão devagar que eu não tenho nenhuma estria daquelas que muitas garotas têm na adolescência por causa da puberdade quando crescem os seios e quadril. #6 Não sei cozinhar — e não foi por falta de tentativa. #7 Sou uma ilustradora frustrada porque sempre gostei de desenhar. Há uns 3 anos, tive uma aula de ilustração na faculdade e a professora me humilhou tanto por causa do meu traço "mal feito" que ficou me perguntando se eu estava fazendo a faculdade certa, que minha vocação tinha que estar em outro lugar. Conclusão: quase bombei na matéria, nunca mais desenhei como antes, e meu estômago embrulha só de pensar neste dia e na humilhação que senti. #8 Na minha adolescência eu era sonâmbula e tinha muitos pesadelos. Tudo foi acalmado quando minha antiga cachorrinha começou a dormir comigo. #9 Nunca consegui participar de nenhuma igreja, só fui me encontrar no espiritismo. #10 Se eu pudesse viver no mundo de Star Wars, eu viveria. #11 Sou aloka das maquilage, mas não uso nem 1/4 do que eu tenho. Só sou viciada em comprar, mas usar é muito raro.

Perguntas da Gigi para mim

Agora é com você!

Já vi tanta gente fazendo esta tag que, como sempre, sempre sou uma das últimas a fazer posts assim e não sei a quem indicar, hahaha. Então eu deixo à disposição para quem queria fazer! É só escrever 11 fatos sobre você, responder as 11 perguntinhas e fazer outras 11 pra quem você quer indicar. Bora lá?

#1 Qual foi a melhor coisa que aconteceu no seu 2014? #2 Vai de refri, suquinho ou aquela cervejinha gelada? #3 Praia ou montanha? Por quê? #4 Conte-me a melhor lembrança de sua infância #5 Se você pudesse viver em algum outro lugar no planeta (e época também, se quiser), onde você viveria? #6 Uma loucura que você gostaria de repetir #7 Qual série (ou filme) que te faz sair da realidade? #8 O que está na sua cabeceira da cama? #9 Um sonho que quer realizar #10 Uma música que não pode faltar na sua playlist #11 Qual é o papel de parede de seu celular neste momento?

Você já fez esta tag? Me indicou e não te mencionei no post? Me mande o seu link aqui nos comentários! Quero ver também as suas respostas. 😊

Um abraço bem gostoso e um Feliz Ano Novo! 😍


Comentários

╳ Cancelar
Ao comentar, você alega que está de acordo com a política do blog e de privacidade, consentindo o armazenamento de seu nome e e-mail nos cookies. Os comentários são moderados manualmente e podem levar algumas horas até serem divulgados ao público.

  • Andressa

    Sou dessas que adora comprar maquiagem , mas não usa nem 1/4!!! Minha mãe fica louca comigo hehehehehe 😊
    Aninha, com relação a sua professora, sempre terá pessoas assim na nossa vida querendo nos fazer desistir, mas devemos sempre seguir em frente.
    Isso acontece muito na Faculdade de arquitetura do RJ. Os alunos dizem que alguns professores humilham, quebram os projetos.. É cada história que você ficaria assustada :X
    Beijos =)

    • Aninha

      @Andressa, e por que que eu não fico surpresa vendo você falando isso? Hahsuahsau O pessoal da arquitetura lá da minha antiga faculdade também falava que tinha professor que fazia isso, que eles eram muito rígidos. Ainda bem que no meu curso de Design só sofri com ela (mas foi o suficiente para uma graduação inteira), rs.
      Beijocas!

  • Rebeca Rancan

    Lendo aqui, não pude deixar de comentar sobre o item 7 da sua lista! kkkkk
    Tive aula com a mesma professora, e tb não me dei nada bem com ela, apesar de ela não ter sido tão dura comigo como foi com vc, os comentários dela tb me deixaram bem desanimada com a ilustração. E pra piorar, eu não tive só 1, mas 3 matérias com ela (desespero). Mas não sei por qual motivo, acho que ela ia com a minha cara, tanto que até estava na minha banca de TCC (contra minha vontade, claro rs), e deu uma nota boa! ahahaha
    Mas tb nunca entendi pq tanta gente pira nela, sendo que ela trata tão mal alguns alunos… Em compensação tive outro professor no começo do curso que me incentivou mt, e sempre lembro das palavras dele. 😀

    • Aninha

      @Rebeca, mas esta professora é assim mesmo kkkk se vai com a cara da pessoa fica um amor, mas se não, só Jesus na causa. Eu já vi ela sendo capaz de falar super bem de uma pessoa e quando virava as costas metia o pau nesta mesma pessoa. É uma coisa de louco. Nunca vou entender ela e também não entendo porque tanta gente paga pau, mas acho que é porque ela foi uma das pessoas que fizeram a faculdade crescer e tals. Como profissional e figura acadêmica entre os docentes ela pode ser maravilhosa, mas como pessoa… ai já é outra história.
      Acho que já até sei quem é este professor que você falou, hehe. <3

      Fique muito feliz em ver você comentando por aqui Rebeca! Volte mais vezes! *-*
      Beijocas e até próximo encontro do clube do livro (ou cineminha, quem sabe, hehe) <3

  • Caetano

    Oi Aninha ! A Minha família também é assim não viaja há mais de 11 anos por mais que seja por motivo de não ter coragem e falta de dinheiro e eu tb não tenho coragem de largar minhas coisas e sair viajando. E adoro desenhar mas você sabe no BRASIL a gente não se vive de ARTE e sim de emprego que são valorizados.

    Beijos | http://apenasmeufilme.blogspot.com.br/

    • Aninha

      Oi @Caetano! Hm.. acho que discordo um pouco sobre esta questão de que no Brasil não de vive de arte, bem como de emprego valorizado. Depende do ponto de vista… Há no Brasil ilustradores talentosos e que vivem disso, bem como designers e outros profissionais que possuem um caráter artístico. Eu também tinha este pensamento que o seu até entrar na faculdade e ver o quanto isso é diferente. Não digo que todos são assim, sabe? Mas não quer dizer que ninguém consegue viver disso. Da mesma forma como já vi gente formada em engenharia, direito ou análise de sistemas não exercendo a função e vivendo de outra coisa. Meu pai é um exemplo: ele era gerente administrativo da Lacta lá em São Paulo (ele é formado em administração de empresas), um cargo super bem valorizado, mas aquilo não lhe fazia bem e hoje é vendedor e é bem mais feliz do que antes. Será mesmo é que questão de emprego que é valorizado? Acredito que depende mais da pessoa do que o cargo que ela exerce. 😉

      Abração!

  • Juliana Sena

    OI, Aninha!
    Adorei saber mais sobre você e dei uma navegada em posts mais antigos também. Seu blog é lindo e o visitarei mais vezes!
    Vou marcar aqui para fazer essa TAG, tudo bem? Vou dizer que vi aqui em seu blog.
    Beijos,
    Ju Sena

    • Aninha

      Seja bem-vinda @Juliana Sena! Obrigada e fico feliz que tenha gostado do blog. Faca a tag, sim! *-*
      Beijos ;*

  • Igor Thiago

    Oi Aninha, prazer, acho que você não me conhece. Mas estou aqui fazendo o meu primeiro comentário. ~prazer. Sua professora é uma louca, sinto muito em falar isso. Mas não existe essa coisa de traço perfeito ou feio, na verdade existe traços diferentes. Cada um tem um traço e acho que isso é a nossa identidade, como vou mudar algo que é meu?

    E se você pudesse viver no mundo de Star Wars, eu também iria.

    Beijão. <3

    • Aninha

      @Igor Thiago, você tem razão. Existem traços diferentes e acho que todo mundo precisa respeitar, né? Todos os meus outros professores super incentivavam, e não reclamavam de ninguém (só pegava no pé na questão do aluno se empenhar mesmo), mas essa… era para humilhar mesmo >.<
      Abraços Igor, e que bom que comentou por aqui!

Veja mais comentários:
1 3 4 5 6
ir ao topo