Pessoalidades

Minha nada mole vida

Acordar segunda feira de manhã às nove horas pra mim acredito que seja um privilégio. Pelo menos na segunda feira né! A rotina de segunda feira não é tão estressante interessante quanto a de terça ou quarta feira. Então, vou contar estes meus dois dias de rotina para dar uma calibrada no humor aqui no blog porque ultimamente ando muito melosa #fato.

Terça feira de manhã, às sete da matina. Comer alguma coisa só para não ficar com o estômago reclamando é de lei. Jamais quero encarar o busão logo com cara inchada então papis leva a criança aqui para aula, rsrs. ;D Chegando lá, aula de Fotografia! 😍 A melhor aula da semana para mim. O professor é um barato, morro de rir dele juntamente com a tatuagem de ursinhos carinhosos no braço. O melhor professor de fotografia que já vi, que encontra uma poética que nunca teria pensado quando visse uma foto de casca de ovo #fato. Tirando essas fotos (que só consigo ver sujeira), as outras que o professor passa no slide são perfeitas. Além disso ele saca tudo de equipamentos, que faz a aula ser melhor ainda, além da história da fotografia que vai da "câmara escura" do tamanho de um quarto até uma compacta de 150 gramas que cabe na palma da sua mão. Vez ou outra um ensaio fotográfico com um tema definido, ou avaliação de algum que já foi feito (onde você só vê as bombas de críticas, rsrs).

Almoço de primeira no famoso e odiado RU (Restaurante Universitário). Com apenas R$3,00 você tem direito àquela papa que eles botam no arroz que te dá muita sustança (quando se não um enjoo de brinde, rsrs), feijão à rodo e uma concha do prato principal. Mas fora isso, a feijoada de lá é ótima e o peixinho defumado também! Não sei como o povo reclama do RU, eu nunca peguei uma comida (muito) ruim e muito menos passei mal — e olha que meu estômago é fresco! Só me nego comer lá no dia em que eles dão #alok e colocam fígado bovino como prato principal. Prefiro pagar o triplo do preço e ganhar batatinha frita na comida por kilo do outro lado do campus do que comer aquele veneno. 😡

Depois disso, a batalha. A viagem até o outro campus para pegar a aula da tarde.

Olha, pra quem é de um metro e meio como eu não é nada fácil ficar no ônibus, principalmente quando ele é cheio! E é pior ainda quando você não consegue alcançar direito o cano mais perto de você por ser muito alto 😒 E a situação da mochila? Um trambolho quase do seu tamanho carregando régua, cola e mais um monte de coisas que provavelmente você não usará tudo na aula, mas que sempre é bom levar por via das dúvidas (mas você sempre usa nos dias em que você esquece, é fato!). Perfeito. Agradeço a Deus por sempre ter uma alma caridosa (que está sentada) que queira carregar no colo minha mochila ou minha pasta tamanho A3 que levo na mão. Deus a abençoe!

Chegando lá, vem o momento que mais amo… dormir no chão na porta da sala. É verdade, não é para rir! Chego meio dia e meio no Atelier do outro campus e nada mais me resta a não ser tirar uma pestaninha até uma e meia! E fala sério, neste calor do caramba e uma seca de 10% de umidade um chãozinho gelado é a melhor coisa que existe e você quase o considera um colchão de primeira, rsrs. Depois de ser acordada por aquele amigo chato que você adoraria dar um murro na cara, começa chegar o pessoal para a aula de Linguagem Tridimensional. Uma única aula para a tarde inteirinha só para você lixar um Toy Art esculpido e para passar massa PVA para deixar lisinho. Nestes intervalos entre a secagem e lixar, é só conversa, risada e jogando UNO.

Depois de não fazer quase nada na aula, 'bora para o pit dog da praça tomar um sucão de manga de meio litro por R$1,50 que dá até aquela agoniazinha na garganta de tão doce! Hum… delícia. Meia hora de conversa fiada e depois voltando para o ateliê para ficar fazendo mais um pouco de nada, rsrs.

Cinco e quinze da tarde e você no ponto de ônibus. Passa ônibus à rodo naquela praça que vai para todos os lugares menos o que vai para a sua casa. Normal? Com certeza; até me acostumei a ficar esperando cerca de quarenta minutos a uma hora num ponto com cerca de 20 pessoas querendo o mesmo ônibus que o seu. Lindo 😒

Eu sei que ironizo muito e talvez reclame um pouco, mas confesso que adoro meu dia de terça feira. Muitos dizem que meu curso não se faz nada e por isso que não querem prestar para vestibular para Design, mas até que não é para tanto. É uma questão relativa, pois há dias que você não faz nada na aula e há dias que você soa que nem um cavalo fazendo um trabalho.

E quando chego em casa é só um banhozinho gostoso, uma novelinha e talvez uma série depois. Em seguida, cama para acordar às sete horas novamente no dia seguinte, onde a rotina é mais cansativa ainda pois além das aulas de manhã e à tarde, tem aula a noite. Não comentarei a minha rotinha de quarta feira por enquanto porque isso renderia um post do dobro deste e mais um pouco, rsrs.

Enfim, fico por aqui com este post enorme, mas espero que tenha valido a pena e para você ter uma ideia da rotina de quem é uma doida como eu que adora ter aula de manhã para adiantar matéria que poderia ver o ano que vem, rsrs #desesperada. Mas olhando pelo lado bom, consegui emagrecer 5 kilos assim num piscar de olhos (deve ser a papa do RU, rsrsrsrs) ;D


Comentários

Ao comentar, você alega que está de acordo com a política do blog e de privacidade, consentindo o armazenamento de seu nome e e-mail nos cookies. Os comentários são moderados manualmente e podem levar algumas horas até serem divulgados ao público.

  • Maay

    Oii amiiga! 😊 Nossa, até me cansei lendo tudo isso sobre sua rotina! haha, pensa assim: eu acordo às 5:30 pra ir pra escola, porque estudo em Santos ( não é mt longe daqui, mas tem que acordar mais cedo por casua do onibus).. 😊
    Beijinhos,
    Maay

  • Millena

    A tatuagem do seu prof deve ser meiga. rs
    Sorte que na sua facul tem RU, lá na minha está em construção e sendo facul pública qdo será terminada é outra história. rsrs.
    Aula de fotografia deve ser muito legal mesmo!!!! =)

    beijos
    http://www.millevidal.com

  • Gaby

    Aninhaa!, Que correria kkk³, mais deve ser realmente um barato né? Essa vida meio corrioda é sempre mais legal, mais… "emocionante" rs
    Olha, essa historia do onibus deve ser realmente dificil, eu mesma, odeioo pegar onibus, ainda mais se for na hora do "ruch" como se diz aqui em sampa kkk³

    Bjinhos!

  • Gabi

    Uma coisa que reparei é que depois que começei a trabalhar eu engordei, fiquei mais gulosa! Pesava 50 e agora estou com 56/57, quem esta de fora diz que nem engordei, mas eu sinto a diferença, as calças apertam, é uó! Aiiii lembrei de como era quando estava na escola…eu era tão magrinha e raramente comia na escola, não sentia fome! Sua rotina é hard e não acho essa oficina perda de tempo, aliás, quem falar isso é porque no mínimo se ACHA 'o foda' né, qualquer faculdade É DIGNA e MERECE RECONHECIMENTO 😒'
    Beijos Aninha!

  • Lola

    Tatuagem dos ursinhos carinhoso?! Papa do RU?! Pestana no chão do campus?! Hauhauahuahua! #rioceans, aqui, menina! Eita, Cador, que tu anda num solavanco danado esses tempos, hein! Vou te dizer, minha rotina no Jornalismo não tinha metade da sua! Serio! Ela balela, mas em comparação, um universo de xerox e preces para achar moedinhas aqui e ali. Eu bem que gosto duma rotinazinha, de vez em quando, sabe. Existe algo em certas rotinas que me atrai, só não sei o que é. A minha do técnico de Web era tranquila, mas eu gostava. Tenho saudade de ir e vir sem descanso… Espero fazer outro técnico em breve. Infelizmente perdi a matrícula do Gráfico no Senac, aí já viu, é esperar até reabrir uma nova turma.

    Beijo beijo e boas rotinas. 😀

Veja mais comentários:
1 2 3 4
ir ao topo