Madeixas

Manual da Henna: uma alternativa natural, saudável e barata para ter cabelos ruivos

Depois que fiquei ruiva em setembro de 2014, comecei a estudar bastante sobre colorimetria capilar e ficar mais ligada na área de cuidados dos cabelos como a técnica low poo e cronograma capilar. Enquanto eu me aprofundava cada vez mais nisso, mais eu ouvia falar sobre uma plantinha chamada Henna. Segundo relatos, promete colorir os cabelos de ruivo de forma mais saudável e que desbota de forma muito mais devagar do que tinta comum. Parece um milagre, não é? Pois de fato é. 😍 Eu arrisquei em usar e posso afirmar: optar pela henna foi a melhor decisão que tomei na minha fase ruiva, pois nunca tive uma cor tão bonita, natural e com fios saudáveis desde então. O post é longo, e para ficar mais fácil de encontrar as coisas e não ficar cansativo, dividi o texto em abinhas e tópicos para você.

Aviso: Você é unicamente responsável por aquilo que você faz em suas madeixas (ou o profissional que você contratar), beleza? Então, vamos lá…

Para se ter um milagre assim não significa que será uma tarefa mais fácil. Antes de ter certeza que quer cair de cabeça na henna é preciso ter noção de todo o seu universo. Conhecimento é tudo! Fiquei alguns meses lendo, vendo vídeos e depoimentos no grupo do facebook. Antes de qualquer coisa é praticamente uma obrigação fazer testes de mecha e estudar como a henna age nos fios, pois é muito comum não acertar de primeira no tom. Mas o final do processo é muito gratificante e explicarei o porque.

Manual da Henna: uma alternativa natural, saudável e barata para ter cabelos ruivos - madlyluv.com
Por que eu escolhi a henna e abandonei a tinta?


A henna e suas características

Henna é o nome árabe dado para a planta de nome científico Lawsonia inermis. É uma plantinha que cresce em forma de arbustos em lugares de clima quente e seco, mais comum no norte da África e sul da Ásia. É usada há milênios por ter propriedades corantes, adstringentes, anti-inflamatórias, anti-bacterianas e anti-fúngicas. As flores da Henna são usadas em perfumes e óleos essenciais na medicina milenar indiana (medicina ayurvédica) devido aos efeitos calmantes, promovendo a paz mental e a diminuição de fadiga, além de ajudar a diminuir a temperatura do corpo. Já o extrato (o pó) é utilizado como corante para tatuagens temporárias e tonalizar ou colorir a longo prazo os cabelos, e é um aliado na saúde dos fios deixando-os mais fortes.

Pó e folhas de Henna - madlyluv.com

A henna pura apenas dá tons acobreados, variando entre o alaranjado até o mais avermelhado. Ela também é conhecida por ser usada como base para outras tonalidades além do ruivo. Entretanto, para atingir cores diferentes são misturados extratos de plantas e ervas, como o índigo para colorir de tom de castanho e cassia obovata para dar tonalidades mais loura-douradas. Mas foco aqui é ruivo e henna pura, néah? ;D Veja a tabelinha abaixo que eu fiz para ilustrar mais ou menos como fica uma aplicação de henna em cada altura de base. (Não sabe o que é isso? Dá uma bizoiada lá no post sobre colorimetria capilar).

Aproveite e leia também:

Além da Henna: Como ter reflexos dourados com Cassia Obovata
Além da Henna: Como ter cabelos pretos ou castanhos com Índigo

Simulação de pigmentação de Henna em base. Tabela feita por Ana Flávia Cador - madlyluv.com

Se passar só o pó puro no cabelo de nada vai adiantar, no máximo será um detox capilar, porque a molécula de pigmento da henna (chamada lawsone) ainda está presa às células vegetais. O pigmento só consegue se desprender se acrescentando água morna numa temperatura em que não queime ou incomode a mão, ou água em temperatura ambiente misturada a alguma substância ácida. Depois em que a parede da célula é quebrada, a lawsone fica livre, leve e solta para ser utilizada. Essa escolha entre água morna e ácido falarei sobre isso no tópico de receita.

Como o pigmento age no cabelo?

Vamos lembrar das aulas de química orgânica do colégio… As moléculas de pigmento da henna ficam de amorzinho com as moléculas de queratina do cabelo, haha. 😍 Essas ligações entre as moléculas se estabilizam e não são facilmente rompidas — e é por isso que a henna dificilmente desbota. Mas pode acontecer de desbotar, e isso pode acontecer por causa da perda natural de nutrientes dos fios de acordo com as lavagens e o tempo, mas não é um desbote comum e tão visível entre uma lavagem e outra como tinta. Entretanto, quando a henna desbota muito rápido provavelmente significa que não há queratina o suficiente para a lawsone se estabilizar, e dai a cor vai embora nas lavagens como tinta/tonalizante. Isso acontece de forma mais comum em cabelos mal cuidados que não recebem o cuidado periódico de reposição de proteínas, ou com muita química.

Dica: Antes de hennar, certifique-se que o seu cabelo esteja o mais saudável possível! Ter uma rotina de cuidados ou um cronograma capilar uns 2 meses antes ajuda muito nestes casos.

Henna clareia ou escurece?

A henna nunca clareia o cabelo. É quimicamente impossível pigmento (natural ou artificial) clarear cabelo se não tiver algum reagente ali na mistura para retirar o pigmento do cabelo e colocar um novo, que é o que acontece com as tintas com a ajuda da água oxigenada. Porém, com a henna, não há reagente que clareia. Tem que primeiramente pintar ou descolorir o cabelo para clarear, e só então passar por cima a mistura da henna.

Perceba na tabela que, ao se aplicar a henna numa base virgem ou tingida/clareada, o cabelo sempre dá a impressão que ficou um pouquinho mais escuro né? Isso acontece pelo processo de pigmentação. E, além disso, depois de alguns dias, o pigmento depositado sofre um processo chamado de oxidação — que é quando a henna se fixa no cabelo de fato. Esse processo acontece entre o segundo dia até o sétimo pós aplicação de henna (depende de cada cabelo) e o resultado tende a fechar um catiquinho a cor. Em alguns casos pode ser de 1 até ou 2 tons, já em outros casos (principalmente em bases mais claras) a cor apenas dá uma "acalmada", ficando menos vibrante e deixando de parecer um cone de trânsito ambulante, haha. Portanto, sempre tenha a noção de que escurecerá um pouco. Por exemplo: uma base natural/tingida na altura de 10, pode resultar num ruivo na altura 9 ou até 8 após oxidar.

Vale lembrar que henna pega em qualquer altura de base. Ou seja, em qualquer cor de cabelo. Entretanto, em cabelos muito escuros, como tons de castanho e preto (até mais ou menos na altura 5), os reflexos acobreados serão vistos apenas na luz do sol (a tabela acima simula mais ou menos como será no sol). Muitas pessoas usam henna em cabelo escuro com propósitos medicinais, já que a cor do cabelo não se alterará a olho nu.

Confesso que não sei como funciona quimicamente o processo de oxidação, mas imagino que seja algo parecido com o que acontece com a maçã, banana e dentre outros alimentos e vegetais, que escurecem quando ficam expostos ao ar. Mas fica tranquilx que a oxidação da henna é só nos primeiros dias, viu?

O que é e como fazer a receita da henna?

Receita é a mistureba de pó + líquidos que fazemos para passar no cabelo para colorir. Em um recipiente de plástico ou vidro se coloca os ingredientes. Depois, é só misturar bastante para evitar pelotinhas. O aspecto da mistura vai parecer cocô de neném, haha, e o cheiro me lembra grama e raizes de planta. Após mexer bem é só fechar o potinho, deixar num local livre de luz solar direta (pra não esquentar além da conta) e aguardar, pois até o ácido ou a temperatura morna da água quebrar as paredes das células vegetais demorará algumas horas até essa receita ficar finalmente pronta. É um processo de paciência — e é preciso monitorar sempre para ver se a mistura está pronta pra ser usada.

Como monitorar a receita e quando saber que está pronta?

A henna é termoativa, ou seja, ela dependerá muito da temperatura em que o ambiente está. Se o local em que você mora é normalmente quente, sua receita ficará pronta em pouquíssimas horas (de 1h a 3h). Se a temperatura ambiente é mais fria, demorará mais (de 4h em diante). E vale lembrar que se na receita foi água morna, acelera muito mais o processo de liberação de pigmento, então tem que ficar sempre de olho na mistura para não passar do ponto e dai o pigmento vai embora e não dá para recuperar.

Para saber se está pronto ou não, basta colocar uma pequena quantidade da receita na palma da mão, aguarde 5 minutinhos e depois retira. Se o local estiver num laranja bem forte, a henna está pronta! Se for um laranja fraquinho, melhor esperar e ir monitorando de hora em hora na palma da mão até atingir um laranjinha forte.

henna pronta Ácido ou água morna? Qual a diferença e qual é o melhor para a receita de henna?

Ácido ou água morna? Qual a diferença e qual é o melhor?

Há quem diga que o ácido é melhor para liberar pigmento, pois a água morna pode estragar algumas moléculas por causa do risco da temperatura estar alta demais para elas, reduzinho o rendimento da pigmentação. Por outro lado, o ácido em excesso pode danificar os cabelos, deixando-os duro feito espeto de pau, por causa do pH que ficou muito abaixo do normal. Por isso que tem que ser substâncias levemente ácidas, como por exemplo: vinagre de maçã, suco de limão ou laranja, e alguns chás ácidos.

A escolha entre ácido e água morna é uma coisa que demorei para entender, porque muita gente acaba passando informação errada. Muitas pessoas falam que isso interfere na cor final, mas isso não é verdade. Ambos os casos são apenas para liberar o pigmento e, quimicamente falando, o ácido facilita a ligação da lawsone com a queratina, prolongando a cor mais do que a água morna. A ação do ácido é um fator considerável, mas não é o único que determina duração. Particularmente, ambos os casos me renderam o mesmo "tempo" de duração da cor até eu perceber um desbotamento significativo — mas isso pode ser uma característica do meu cabelo mesmo.

Há um vídeo da Patrícia Miguez que é super importante para entender a diferença entre ácido e água morna (quimicamente falando), assim como a henna se liga com a queratina do cabelo.

Apenas cerca de 50ml de ácido já é o suficiente para liberar a lawsone, dai o resto é só complementar com água com o tanto que deseja. E chá também pode ser diluído em água. E caso queira usar apenas água morna, use água morna numa temperatura que não queime sua mão se descansar a mão dentro dessa água. A temperatura do chuveiro é o melhor exemplo.

O que define se a cor será mais clara ou mais escura?

Para conseguir atingir a receita que mais chega perto do tom desejado sugiro que você faça testes. Antes de hennar eu pegava tufos de cabelo que eu colhia depois do banho, lavava, passada a mistureba de henna e deixava agindo para saber como seria a cor final dessas mechinhas, haha. Os testes são extremamente necessários pois há 5 variáveis que interferem na cor final da receita que você precisa saber:

As 5 variáveis que interferem na cor final

Tem quantidade determinada de henna para cada cabelo?

Não há uma quantidade determinada. Isso é muito variável porque a mesma quantidade de pó pode render para um cabelo curto se a receita for concentrada, mas se acrescentado muito líquido ao mesmo tanto de pó pode render num cabelão até a cintura! Por isso, quando você já tiver feito os seus testes, é só você manter as mesmas proporções da receita, só que em maior escala — numa que você terá certeza que vai dar para todo o seu cabelo. E se sobrar não precisa entrar em desespero porque henna dá para guardar! É só você guardar num potinho de sorvete bem tampadinho e guardar no freezer. A henna dura de 4 a 6 meses congelada, e dai você usa este restinho para retocar raiz ou tonalizar.

E se eu não gostar do resultado e sair da henna?

Como eu expliquei no início deste post, você tem que ter muita certeza de que quer usar a henna, pois ela dificilmente desbota. As primeiras aplicações são mais fáceis de ser retirado o excesso de pigmento. Vele lembrar que a cada hennada, mais pigmento é depositado no cabelo (mais avermelhado fica, consequentemente), então mais é difícil de se retirar — porém, não significa que é impossível.

Métodos que ajudam a retirar a henna

Os mitos sobre a henna

A henna não é tóxica, não contém amônia, chumbo ou outros metais pesados. Ela não é uma química, é 100% natural! Muitos boatos são espalhados que henna não é bom para o cabelo por falta de informação, dizendo que a henna é uma coisa terrível, que faz o cabelo cair, derreter e blá-blá-blá. Isso não é verdade. A henna natural é facilmente confundida e difundida erroneamente como henê (também conhecido como rená) que tinge de preto e alisa ao mesmo tempo e é incompatível com tintura, descoloração, química, progressiva ou qualquer outro processo de alisamento. Nada mais pode ser feito no cabelo depois disso, só deixando crescer. Ao entrar em contato com qualquer coisa parecida o cabelo derrete na hora. Isso criou um alvoroço muito grande em torno do nome henna, e isso foi espalhando com o tempo. Tanto é que não são todos profissionais de salão de beleza que sabem a diferença entre a henna natural e o henê/rená, e pela falta de informação já vai falando que isso vai acabar com o seu cabelo. 🙁

Henna natural é compatível com químicas?

Como cuidar de um cabelo com henna?

É necessário um certo cuidado especial somente nos primeiros dias pós aplicação, ou seja, até oxidar. Até a cor fixar o cabelo não pode entrar em contato com calor excessivo de chapinha e secador (este último só com jato frio), pois pode ocorrer uma mudança na coloração e o cabelo ficar manchado. Outro cuidado especial antes da oxidação é evitar máscaras de tratamento que vão óleo na composição, pois pode desbotar um pouquinho, porque o pigmento ainda está frágil. Há boatos que não pode usar shampoo depois de usar henna, mas pode sim, ok? Isso é mito. O cabelo pode ser lavado normalmente, inclusive pode ser lavado todos os dias! Depois de oxidado você pode voltar a usar máscaras de tratamento de qualquer finalidade sem problemas e voltar à rotina de cuidados como sempre, inclusive usar finalizador, escova, chapinha, laquê, tudo o que você quiser, hehe.

Falando em cuidados… Henna trata o cabelo?

Onde compro henna?

Em mercados municipais e lojas de produtos naturais você pode encontrar o pó da henna. Em farmácias e perfumarias é comum você encontrar marcas de henna como a Weleda (100% pura), a famosa Henna Surya (é natural, mas é composta, com algumas ervas e plantas oferecendo tonalidades diferentes além do ruivo) e Henna Hennatint (também composta). Já na internet você acha muito fácil tanto no Mercado Livre como em grupo de facebook, onde há pessoas que importam a henna e revendem, como é no caso do grupo do facebook Henna – Vendas e Trocas.

Site Casa da India - madlyluv.com

Tem uma loja online chamada Casa da Índia, que é uma marca mineira que importa produtos indianos. É a minha marca queridinha de henna e já experimentei os dois tipos de henna que eles vendem, a henna pura, que custa em torno de R$23, e a composta (que possuem duas ervas misturadas que ajudam no crescimento e brilho), que custa mais ou menos R$25. Eu particularmente gostei mais da composta pois não alterou minha cor, mas realmente deixou meus cabelos mais macios e amei! 😍 Veja abaixo outras lojas online que vendem henna.

Vale a pena o custo?

E os meus resultados?

Você deve estar se perguntando: Ana, cadê as fotos do seu cabelo hennado? Calma que há um post completinho explicando todo o meu processo. Eu não coloquei as minhas fotos porque eu pretendo fazer um post dedicado apenas sobre a minha transformação e experiência prática (mas veja uma prévia clicando aqui). Se eu colocasse aqui todo o meu processo o post ficaria gigantesco — e o meu objetivo deste post que você está lendo é informacional, explicando as propriedades da henna, como funciona etc, e não um post sobre resultados de antes e depois.

Aproveite e leia também:

Antes e depois de usar henna, receita e cuidados

Ainda com dúvidas?

Sei que são muitas informações e henna é um universo vasto, então procurei ser o mais objetiva e clara possível neste post para você 😍 Qualquer dúvida sobre henna, pode me perguntar aqui nos comentários que responderei por aqui mesmo. Capaz que a sua dúvida também seja de outros. Portanto, solte o verbo! Para mais informações sobre henna sugiro estes links:


Comentários

Ao comentar, você alega que está de acordo com a política do blog. Os comentários são moderados manualmente e podem levar algumas horas até serem divulgados ao público. Caso alguém responda o seu comentário aprovado, você será notificado via e-mail.

  • natalia

    eu amei essa receita , meu cabelo é preto , mas meu filho é ruivo natural , e a cor do cabelo é um ruivo um pouco desbotado e sempre quis passar algo pra fica uma cor viva .. esse produto pr ser natural pode usar ? ele tem 5 anos

    • Aninha

      Oi Natalia! Não vejo problemas no seu menino usar. Por via das dúvidas, faça um teste de toque no antebraço dele para ver se há reação alérgica, ok? Apesar de ser natural não significa que não pode dar alguma reação.

      Beijos!

  • lourdes ribeiro

    Gostei muito das suas informações. Obrigada. Só queria saber sobre a Henna Surya creme é a que eu estou usando, pois meu cabelo está todo branco e não aguentei mais as tinturas e luzes passando a usar a henna creme chocolate. Eu Gostei a cor fica mesmo escura mas aos poucos ela fica ruivo. Não me incomoda mas estou pensando em ir direto para o ruivo ou seja a henna natural.

    • Aninha

      Oi Lourdes, bom dia! A Henna Surya Creme funciona mais como um tonalizante. Ela não é permanente e sai gradualmente com as lavagens. A Henna 100% pura será permanente e o tom de ruivo ficará mais chamativo sob os fios brancos.

  • Tabata

    Boa noite…meu cabelo e vermelho será é possível pintar uma cor ruivo direto com tinta henna? Será o ruivo sair ? 

    • Aninha

      Oi Tabata! O ruivo de baixo pode sair com o tempo sim, mas passar henna só deixará ainda mais avermelhado o cabelo pois a cor final irá depender diretamente de como o seu cabelo está antes de hennar.

  • Ana

    Ola
    Fiz uma hena no meu cabelo para tampar uns branquinhos na frente do cabelo( testa e entradinhas laterais) . Uso muito cabelo preso para trás e ficava os branquinhos pequenos nascendo.
    Adorei!!!
    Ficou só 5 minutos e como meus cabelinhos q nascem na frente são dourados no natural, ficou ótimo.
    Ela disse que essa henna dela não tem tons, e que a cor varia dependendo do tempo que deixar no cabelo. Por isso 5 minutos.
    Mas não me falou qual é….
    Como é bem pouquinho ainda, gostaria de fazer em casa..
    Vcê saberia se é a pura? 
    Grata 

    • Aninha

      Oi Ana! Olha na embalagem se a composição está escrito apenas Lawsonia inermis. Se sim, ela é pura! De qualquer forma, mesmo se não há nenhuma informação de composição (ou se há mais itens na composição), faça um teste de toque no antebraço para ver se há alguma reação alérgica.

  • Joelma

    Olá, estou utilizando a henna Casa da Índia pura pela segunda vez e tenho que deixar aqui um alerta que não encontrei em nenhum site que fala sobre a utilização da henna, eu tive uma reação alérgica no couro cabeludo e olha que não sou alérgica a nada! Da primeira vez fiz a mistura de 100 gr. de henna + 75 ml de vinagre de maçã + 200 ml de água morna, deixei descansar por um pouco mais de 4 horas, lavei o cabelo com shampoo, tirei o excesso de água e apliquei a henna. Deixei descansar por 4 horas com plástico filme no cabelo. Retirei lavando só com água, apliquei creme de tratamento e sequei com secador. Nos dias seguintes comecei a sentir uma leve ardência que foi aumentando com o passar dos dias. No quarto dia após tingir o cabelo notei que tinha uma ingua enorme ao lado do meu pescoço e também tinha um caroço enorme atrás da orelha. Pesquisei e li que poderia estar relacionado com inflamação no ouvido. Fui num otorrinolaringologista e ele não achou nada no meu ouvido, porém prescreveu um anti inflamatório. Nesse mesmo dia cheguei em casa e a queimação na região da nuca e orelhas estava insuportável, daí pensei que poderia ser da henna e fui pro chuveiro e lavei o cabelo com shampoo, passei leite e deixei descansar no couro cabeludo, parece que a queimação foi diminuindo e depois lavei mais uma vez com shampoo. A partir daí a queimação começou a diminuir, pode ter sido também pelo uso do anti inflamatório.
    Agora depois de quase dois meses precisei retocar a raiz porque tenho muitos cabelos brancos, diminui a quantidade da mesma henna Casa da Índia pura para 50 gr. e troquei o vinagre por chá de camomila morno, deixei liberar o pigmento por 11 horas, lavei o cabelo com shampoo e apliquei, não abafei muito usei uma touca normal de banho e deixei por quatro horas. Só de aplicar já comecei a sentir uma queimação como de um ácido mas aguardei. Lavei desta vez com shampoo, apliquei creme yamasterol na raiz e creme de tratamento no comprimento, sequei com o secador. No dia seguinte já estava sentindo o couro cabeludo queimar. No outro dia lavei com água, passei leite em todo comprimento, apliquei yogurte natural no couro cabeludo e depois lavei com shampoo. Acalmou bastante, mas um dia depois ainda estou sentindo um pouco de ardência.
    A pergunta que me faço é, será que alguém já teve esse tipo de reação? Será que esse é um problema da henna pura, a composta teria alguma diferença em relação a este efeito? Vi em algumas receitas que adicionam uma ou duas colheres de iogurte natural, isso seria pra diminuir a acidez da henna?
    Fiquei chateada porque tenho fios brancos muito resistentes e nenhuma tintura pega neles, a única coisa que deu certo e não desbotou foi a henna, só tive que reaplicar porque a raiz cresceu. Gostaria de receber alguma orientação.
    Obrigada!

    • Aninha

      Oi Joelma! Eu sinto muito que tenha dado alergia em você. 😥 É como eu disse no post: apesar de ser natural, não significa que a henna não desencadeará uma reação alérgica. É tipo comer camarão ou sofrer uma picada de abelha: são coisas da natureza, mas não deixam de ter a possibilidade de desencadear reações adversas. Não é a primeira vez que vi casos como o seu. No Grupo de Facebook que indiquei no post há alguns relatos sobre estas reações, apesar de serem raras. Infelizmente a melhor coisa será parar de usar. Se na segunda vez ocorreu o mesmo problema, é melhor não insistir para evitar de agredir mais ainda sua pele. Duvido muito que haverá outro ingrediente na receita que possa cortar o efeito da henna pois é capaz que seja reação à composição em si, e não só pelo fator de acidez (o pH ácido não é muito diferente do que é de um condicionador, por exemplo). Se você ainda quer tentar mais uma vez (porém, não recomendo), faça a receita só com água morna, sem adição de chá, nem nada. Só água mesmo. E depois faça o teste de toque no antebraço, deixa por algum tempinho, lave e espera dar alguns dias e veja o que acontece. Se tiver alguma reação, abandona a henna de vez!

      Infelizmente não sei o que te recomendar algo que possa cobrir os fios brancos que seja diferente da henna. Em questão de métodos naturais para colorir, só ela é capaz que cobrir 100% fios brancos. Tem o índigo, que tinge de preto/castanho, mas ele não pega em fios brancos (eles ficam verdes) e só consegue cobrir quando associado à receita de henna. Você pode tentar utilizar a cassia obovata para iluminar os fios brancos, dando aspecto dourado neles (fiz um artigo sobre essa planta aqui). Só não esqueça de fazer o teste de toque também.

      Não deixa de ir num médico alergista para obter um diagnóstico mais preciso sobre o que você sofreu para saber também qual é o melhor meio de tratamento.

      Boa sorte!

Veja mais comentários:
1 17 18 19
ir ao topo