Fotografia

Lomografia: A Revelação

Tan-tan-tan-taaaan…. ♫ ♪ #musicasinistra

Eu já sabia que as primeiras revelações de filme fotográfico seria complicado até ter uma certa prática, hehe. O primeiro filme saiu todo queimado porque não coloquei do jeito certo na manivela. Droga. 😒 Depois que peguei o segundo filme, notei que não dá para descobrir realmente como sairão as fotos. A noção que você tem no visorzinho não tem nada a ver com a visão da lente ao bater a foto. Percebi que uma lomo nem de longe pode ser comparada à uma reflex (que possui primas dentro da câmera nos quais possibilitam você ver através do visor da mesma maneira na lente, inclusive foco, zoom, e blá-blá-blá). O visor é só um enfeite e as lentes são de plástico, colega! ⚠ Eu sabia que se metade daria (mais ou menos, no mínimo) certo, já seria bom demais, já que eu não tenho nenhuma prática nessa câmera e nunca tinha mexido em filmes — oi?, isso foi na minha época de criança e meus pais nem deixavam eu pegar numa câmera. 😤
 

Essa é a minha preferida. Desfocou na mão e ficou nítido atrás. Não parece, mas estava muito sol e eu achava que iria sair até claro. 😰

Essa baiana saiu sinistra #fato.

A imagem ficou desfocada porque esqueci de ajustar o foco. 😒

As orquídeas ficaram muito perto, então perdeu o foco. Agora sei, jamais chegue muito perto (no máximo um metro).

E percebi que tirar fotos de lugares contrastantes às vezes não rola, a não ser que você tenha a ideia do resultado e queria aquilo. Tinha muito sol nas orquídeoas e estava muito escuro na varanda e fiz a burrada de tirar de baixo pra cima, hehe. Deu no que deu. Que sirva de lição. 😊

Nesta janela tinha uma carreira de plantas, deu para notar? Acabou que eu queria alinhar pelo menos um pouco, mas o visor me traiu #abafa. 😖

Minha cadelinha gorda que estava fazendo manha no sol pedindo para coçar a barriga, haha. Olha a cara de lerda dela.

Não sei você, mas eu adorei essa foto! Gostei das sobreposições. Eu tinha esquecido de rodar o filme na câmera e bati uma em cima da outra, hehe.

Concluindo: metade do filme saiu preto, ou seja, não revelou nada ou saiu muito escuro então nem pus aqui; e a outra parte que saiu tinha uma grande exposição de luz nas fotos — essas que sairam legalzinhas. E achava que um ISO 400 poderia tirar fotos de dentro de casa tranquilamente, mas pelo visto não. E como disse no manual da câmera, o recomendado é para se usar um ISO 400 e se for usar um filme de ISO 100 deveria ser só um dia de sol a pino e super hiper mega power claro, hehe.

Logo, cheguei à conclusão de que preciso de um flash, e nesta tarde fiz a loucura de compra-lo no ToyCamera. Arrisquei e pronto, daqui duas semanas (espero, né) o flashzinho de gelatinas está em minhas mãos 😎

Sei que as fotos não foram lá aquelas coisas. Para quem via as fotos lomos no tumblr e flickr por ai e depois vendo as minhas fotos agora é até brochante, hehe. Mas para ser sincera eu sabia que não sairia grande coisa, mas gostei mesmo assim do que vi. Que venha o próximo filme! 😊

Eu gostaria de agradecer quem me deu força no post passado. É bom saber que tem gente que apoia e que, mesmo não tendo muita ideia da história inteira, entende a situação e me passou otimismo. Estou bem melhor! Obrigada por tudo ♥


Comentários

Ao comentar, você alega que está de acordo com a política do blog e de privacidade, consentindo o armazenamento de seu nome e e-mail nos cookies. Os comentários são moderados manualmente e podem levar algumas horas até serem divulgados ao público.

ir ao topo