Leitura

Resenha: Como eu era antes de você

Livro: Como eu era antes de você
Autor(a): Jojo Moyes
Editora: Intrínseca
Páginas: 318
Classificacao:
Sinopse: Aos 26 anos, Louisa Clark não tem muitas ambições. Ela mora com os pais, a irmã mãe solteira, o sobrinho pequeno e seu avô. Além disso, trabalha como garçonete num café, um emprego que ela adora e ajuda nas despesas da casa. E namora Patrick, um triatleta que não parece interessado nela. Não que ela se importe. Quando o café fecha as portas, Lou se vê obrigada a procurar outro emprego. Sem muitas qualificações, a ex-garçonete consegue trabalho como cuidadora de um tetraplégico. Will Traynor, de 35 anos, é inteligente, rico e mal-humorado. Preso a uma cadeira de rodas depois de um acidente de moto, Will desconta toda a sua amargura em quem estiver por perto e planeja dar um fim ao seu sofrimento. O que Will não sabe é que Lou está prestes a trazer cor a sua vida. E nenhum dos dois desconfia de que irá mudar para sempre a história um do outro.

Fazia muito tempo que eu não lia um livro deste tipo. É sério. Acho que meu último foi Um ano inesquecível, em março do ano passado. O TCC subiu à minha cabeça eu não conseguia nem ler um livro pra passar o tempo! Ok, acabou este stress todo e vamo que vamo para as maratonas literárias. Eu não fazia ideia do tanto que eu estava enferrujada e sensível ao ler um livro logo deste estilo. Demorei um mês para ler este livro de míseras trezentas e poucas páginas, algo que antigamente eu fazia em uma semana, no máximo! Mas foi bom. Eu mastigava e saboreava cada linha desta obra de Jojo Moyes! E este livro tornou-se um de meus preferidos.

Não vou ficar contado o resumo da estória pois a própria sinopse já faz este papel. O que quero contar é sobre o quanto este livro me veio em uma hora apropriada. Eu podia me sentir na pele da protagonista, a Lou, e sentir um grande apego pelo chato, implicante e reclamão do Will.

Digo que este livro é especial. E tornou-se meu livro de cabeceira pois foi um grande companheiro. Não posso dizer que passei por uma mesma situação, pois o que passei não é nem 5% da dificuldade que Lou e Will passam na estória. E o que aconteceu comigo duas semanas depois de começar a ler o livro foi um dos fatores que me fez ama-lo.

Meu namorado recentemente fez uma operação no joelho e teve que ficar de molho em uma cama por cerca de uma semana. Locomoção em grandes distâncias só foi apenas em cadeiras de rodas, pois não podia nem dobrar a perna. Precisava de ajuda para quase tudo. Nestas semanas que estive lendo o livro, pude imaginar o quanto é difícil uma vida de uma pessoa cadeirante, suas limitações, suas dores, e o quanto a pessoa de quem cuida precisa pensar nos mínimos detalhes e quanto precisa ser dedicada.

Graças a Deus, o caso de meu namorado não foi nada grave, mas eu não podia deixar de pensar no livro enquanto eu ficava em sua companhia e agradecer o quão ele é perfeito em saúde física quanto se compara a Will. Sem contar que o livro me ajudou muito como "pseudo-cuidadora", pois sempre lembrava das coisas que Lou fazia por Will. De ajudar nas pequenas coisas e até programas para se divertir e distrair a cabeça!

Na estória, com dia de sua morte marcada, Will deu um prazo de seis meses para sua família. Ao descobrir isso, Lou entrou em desespero. Até eu fiquei! Quem não ficaria? A Lou de Jojo Moyes é uma guerreira, e jamais desistiu de Will até o último segundo! E seu jeitinho de ser encantou Will de tal forma que no final eu fiquei aos prantos de tanto chorar com o desenrolar da estória dos dois.

Além do livro físico, eu adorava-la lê-lo pelo iPad. Como eu tenho muito medo de ser roubada no ônibus, eu levava o livro físico para o trabalho e ler durante minha viagem até lá. No restante do período, eu lia o e-book. E olha… Não me arrependi nem um pouco! Eu tinha muito preconceito em ler e-book, mas todos eles foram esquecidos depois que descobri o quão é maravilhoso ficar quietinha em minha caminha aconchegante com as luzes do quarto apagadas. Eu reduzia a luz da tablet para não me cegar (rs) e apoiava-a na parede para ficar lendo deitadinha, hehe.

Um e-book também é ótimo para ler livros que são gigantescos e pesados. Imagina levar A Tormenta de Espadas, d'As Crônicas de Gelo e Fogo que é cerca de 800 páginas na bolsa? Deus é Pai! Leva um tijolo que é mais leve, hehe.

Ainda sim, não abdico de comprar o livro físico, que ainda acho super importante. Tem toda aquela experiência de pegar o livro, abri-lo, sentir aquele cheirinho de papel impresso gostosinho, passar as mãos no papel pólem amarelado que é, se você tiver sorte, levemente poroso. 😊 Ai, ai…

Bom, voltando ao livro resenhado em questão, digo novamente que ele é maravilhoso. Você já leu ele? Gostou? Me diga nos comentários. Eu adoraria saber a sua experiência!


Comentários

Ao comentar, você alega que está de acordo com a política do blog e de privacidade, consentindo o armazenamento de seu nome e e-mail nos cookies. Os comentários são moderados manualmente e podem levar algumas horas até serem divulgados ao público.

  • Nathalia

    Oi, Aninha!
    Sou apaixonada pelo seu blog, conheço ele a mais de anos e sempre venho aqui. Geralmente não comento muito nos posts, mas nesse ~ em especial ~ me senti na obrigação de comentar.
    Eu comecei a ler esse livro num dia qualquer das minhas ultimas férias. Na verdade, eu estava sem grana pra comprar um livro e resolvi ler algum pelo celular mesmo. Imagina só.. pelo celular. Tela não muito grande e lá fui eu mesmo assim. No inicio não dei nada por ele, mas daí comecei a ler e me apaixonei imediatamente por ele. Eu que demoro bastante tempo pra ler livros, li esse em uns 3 ou 4 dias. E quando cheguei no final, juro, entrei em prantos. Chorei pra valer, aqueles choros quase com soluços.
    Quando indico esse livro para alguém eu não consigo explicar a sensação que ele me provocou, não consigo nem mesmo formular bons argumentos para convencer a pessoa do quanto ele é bom, eu simplesmente falo 'Você precisa ler e sentir'. Eu não sei expressar o quanto esse livro me tocou, mesmo não passando por uma situação quase igual como no seu caso, o que imagino que deve ter sido ainda mais impactante não é mesmo? Mas sabe, acho que a simplicidade desse livro combinado com a forma de escrever da Jojo e o fim dessa história foram suficientes para ganhar meu coração. Esse com certeza é um dos primeiros livros da minha lista de 'melhores da vida'. Simplesmente amei ! <3
    Enfim, adoro seu blog também, suas resenhas, suas fotografias, você… *-* É tudo tão lindo por aqui.
    Parabéns pelo belo trabalho, e muito muito muito sucesso sempre!
    Grande beijo, Nathy!

  • Beatriz Cavalcante

    Eu estava louca para ler esse livro fazia bastante tempo. Aí entrei aqui e vi a resenha. Você falando super bem e essas fotos lindas…. comprei! ?

    Li o livro em dois dias no metrô indo pra faculdade e terminei ontem a noite. Esses livros que fazem a gente chorar eu deixo para ler só a noite que eu posso morrer de chorar e ninguém fica vendo. UASHAUHSA

    Ahhhh que livro lindo! Amei toda a história, amei a Lou toda doidinha e preocupada com ele. Adorei o jeito dele de dar atenção pra ela mesmo vendo que ela não era no mesmo nível que ele. Indo a na casa dela e tals. Achei isso bem legal no livro. Já o final, meu Deus! Nem sei o que achei daquele final. Foi triste, fofo e lindo ao mesmo tempo. </3

    Nem preciso dizer que chorei né? Ahhhhh ainda não superei esse livro :(((((

  • Aline

    Eu amei esse livro! Comecei a ler assim como quem não quer nada e quando vi, estava viciada! Coisa de não perceber o tempo passar, olhar pro relógio e perceber que eram quase 3h da manhã!
    A historia mexeu muito comigo, e o final, principalmente. Não somos ninguém pra saber o que é melhor pros outros né? Temos de lidar com o fato de que as decisões são pessoais, e o desapego é realmente necessario para o amadurecimento. Enfim, amei o livro! E assim como você, foi impossível não chorar!

    • Aninha

      @Aline, também comecei a ler o livro desta forma, e quando percebo, eu já estava completamente envolvida com ele, principalmente depois que aconteceu com o meu namorado que teve que ficar por um tempo de cadeira de rodas. Querendo ou não, o livro me ajudou muito neste momento! E no final eu chorava tanto que até soluçava T____T

      Beijos!

  • Juliana

    Parece ser um livro lindo! Nunca li nada parecido. Preciso fazer uma lista com livros assim, menores e com estórias que fogem dos padrões atuais da literatura e best sellers :) realmente ele caiu como uma luva na sua fase atual, com certeza te ajudou muito! Mas não só pelo momento, pela ida toda. Acho importante ler esse tipo de livro, pois nos abre os olhos pra detalhes e coisas da vida que na correria terminam passando batido.

    As fotos do livro içaram lindas! Nunca li um e-book, mas pq sempre tentei no celular. No iPad deve ser ótimo mesmo, pq ele é bem grande e as páginas devem ficar ótimas pra leitura :)

    Beijos!

    • Aninha

      @Juliana, o livro é maravilhoso. É muito bom ler livros assimuma vez ou outra para sair um pouco do país das maravilhas que entramos ao ler livros de aventura e fantasia né? Sem contar que ele veio em uma hora muito oportuna e me inspirou muito, além do fato de ter me deixado muito mais sensível a estória, hehe.

      Ler e-book pelo celuar acho que não compensa. eu já tentei, mas a tela é muito pequenininha >.< Um tamanho parecido com o kindle para cima já fica ótimo para se ler :D

      Beijo grande!

  • Meios Dias Gastos

    Eu vi este livro na Fnac e a capa me chamou muita atenção, hoje lendo sua resenha pude saber do que se trata a estória e realmente deve ser daquelas de nos deixar pensativos quando acabamos de ler. Ainda mais um assunto "tão delicado" quanto este, porque sabemos o quanto é difícil quando você nasce e cresce acostumado a outra vida, a fazer tudo o que queria e de repente tudo muda… e ai ele encontra uma pessoa que pode fazê-lo mudar a visão sobre tal "problema". Muito legaal!! Fiquei curiosa pra ler.

    E fiquei feliz em saber que você é de Goiânia, eu também não encontro muitos blogs daqui, vou colocar seu blog nos meus favoritos pra sempre visitar aqui (: Uma blogueira de Goiânia que gosta de ler e de fotografia, amei!! (:

    BeeijOs

    • Aninha

      @Gih, de fato é um livro interessante de se ler e te faz abrir os olhos para algumas coisas sobre as pessoas com deficiências. É legal ler livros assim de vez em quando para sair um pouco do país das maravilhas que entramos ao ler livros de aventura e fantasia né? rs

      Foi muito bom conhecer uma "conterrânea" blogueira :)
      Coloquei seu blog na área de parceiros, está tudo bem? ˆˆ

      Beijo grande e boa semana ;*

  • Matheus Pinheiro

    Que história linda Ana, estive lendo a resenha e me encantei logo de inicio, a história me encantou e me fez lembrar de um livro lindo que li "Um porto seguro" de Nicholas Sparks, a trajetória que a protagonista passa é extremamente encantadora, e a cada página que passa você fica mais ansioso pelo final rs. Se você gostou de "Como eu era antes de você", tenho certeza que morrerá de amores pola história de Katy ( a protagonista de Um porto seguro). Nem preciso falar que esse livro já entrou pra minha lista né?
    Adorei seu comentário lá no dodlee, ela me fez penssar mais um pouco na compra do imac rs, estive até pesquisando uns vendedores no Mercado livre UHEHEUE. Obrigado viu? Beijos e até 😊

    • Aninha

      @Matheus, Um Porto Seguro é lindo demais! Eu li ele no final do ano retrasado, mas como eu estava em final de semestre não consegui fazer a resenha. Você já viu o filme? Eu ainda não, mas eu babo no trailer. Estou com a meta de ver alguns filmes nesta semana e esta adaptação está em minha lista. Espero que seja tão boa quanto o livro *-*

      Sobre o Mac, pesquisa bastante ainda viu?! É uma compra que deve ser feita com calma. Eu queria um iMac, mas parei para pensar melhor e achei melhor um Macbook Pro pois me dá mais liberdade de ler ele para onde eu quiser pra trabalhar. Aí, em casa, eu comprei um adaptador e conecto ele ao monitor do meu PC antigo e trabalho com duas telas, umas de 13" do macbook e a outra de 21", que é do mesmo tamanho do monitor do iMac. Assim você economiza no mac, pois o macbook é mais barato (mais ainda se for usado), e reaproveita o monitor. E ainda por cima trabalha com duas telas! Pelo menos, para mim compensou bastante e me deu uma economia de cerca de R$2.500,00! ;)

      Beijocas e tenha uma linda semana!

  • camila lacerda

    A cada resenha dele fico com mais vontade de ler*—-*

    • Aninha

      E com razão,@Camila! Ele é maravilhoso *-*

  • Rithynha

    Bom dia Aninha tudo bem?

    Nossa nem me fala de leituras, depois que comprei meu tablet acabei me afastando dos livros, o que é uma vergonha.
    Preciso voltar a me dedicar a eles. E olha que tem uma lista enorme deles me esperando.

    sobre a sua resenha, gosto de livros assim que me fazem pensar e que me deixam uma lição de vida.
    Boa indicação, e obrigada!

    Ótimo dia pra você!

    • Aninha

      @Rithynha, leia eles em forma de e-book, então! Ou você está se referendo aos livros físicos, de fato?
      Livros que causam uma reflexão e passam lição de vida, são os melhores :)

      Beijocas e tenha uma boa semana ;)

      PS: Você recebeu meu e-mail de resposta sobre orçamento?

Veja mais comentários:
1 2
ir ao topo