Pessoalidades

Flores

Faz tempo que eu não me sentia assim. Livre. Não que eu tenha me sentido assim algum dia, mas é uma liberdade diferente, uma liberdade que vem de dentro para fora. Pensei que seria difícil voltar a dizer que tudo está realmente bem. Finalmente vejo flores ao meu redor.

É uma liberdade própria, não compartilhada, unitária, independente de outras pessoas. Acontece que há momentos que ficar sozinha é a melhor das hipóteses. Você aprende que felicidade não pode depender de outras pessoas, que estar sozinha não significa estar solitária. Se desligar de certos sentimentos, te fortalece. Percebe que o sorriso pode sim surgir nos piores momentos, e que faz toda a diferença no futuro. Que todas as coisas que você antes questionava, julgando difícil e inexplicável, hoje faz todo o sentido.

E Shakespeare disse-me mais um vez, "o tempo não é algo que se possa voltar para trás, portanto, plante seu jardim e decore sua alma, ao invés de esperar que alguém lhe traga flores". Então pude perceber que jamais precisei recebe-las. Eu já as possuía, eu só precisava rega-las novamente.

(foto via wallposterstar)


Comentários

Ao comentar, você alega que está de acordo com a política do blog e de privacidade, consentindo o armazenamento de seu nome e e-mail nos cookies. Os comentários são moderados manualmente e podem levar algumas horas até serem divulgados ao público.

  • Eve

    Às vezes, tudo o que precisamos é de um tempo só nosso para colocarmos tudo no lugar.
    B-jos.

  • Mary

    Acho que estou começando a trilhar esse caminho, também. A sensação de liberdade está batendo na minha porta, já.
    Lindo texto.
    Beijos

  • Patiinha

    Desejo tudo que a de bom para ti e fico feliz em ver que você esta cada dia mais forte e seguindo em frente com sua vida. Tudo era questão de tempo mesmo.

    Beijoos!

  • Sara

    Espero um dia encontrar esse caminho de flores novamente. Não sei se pelos mesmos motivos, mas me sinto presa e anseio por essa liberdade que você diz no post, mas parece que ainda não aprendi como você e ainda espero que me tragam flores.
    Mas o maior clichê ainda é verdadeiro: o tempo pode curar muita coisa.
    Beijos!

  • May

    Às vezes pensamos que não vamos nos recuperar de algo, ou que isso está muito longe de acontecer, e é quando menos esperamos que vemos que sobrevivemos, que seguimos em frente, e que encontramos flores no caminho.
    Super beijos,
    May

Veja mais comentários:
1 2 3 4 5
ir ao topo