Pessoalidades

2009 foi "minha primeira vez"

Esse ano foi estranho. Passou rápido demais. Foi um ano decisivo e o reflexo dele aparecerá em 2010, assim espero. Este ano foi marcado pela expressão "foi a minha primeira vez". Foi nesse ano em que pela primeira vez comecei a me virar sozinha, foi nesse ano em que pela primeira vez superei realmente os relacionamentos passados, foi neste ano em que pela primeira vez fugi do colégio por preguiça de não assistir aula, foi neste ano em que pela primeira vez que eu deixei de me sentir sozinha, foi neste ano em que pela primeira vez estudei de verdade, foi neste ano em que pela primeira vez eu senti o amor vindo primeiro do que a paixão (acredite, isso é possível)

Esse ano foi correria, foi barra pesada. Passei por altos e baixos. Sofri escândalos e crises no começo do ano por eu tentar achar alguma coisa boa dentro de uma pessoa que poderia valer a pena. Descobri que muitos homens são cafajestes e só querem se aproveitar. Hoje eu consigo me virar e me esquivar destes tipinhos — depois muitas lágrimas, claro. Entretanto, de agosto para cá só tive alegrias. Conheci verdadeiras amizades e pessoas que eu jamais poderia imaginar que seriam realmente companheiras, e conheci meu melhor amigo e atual namorado.

Esse ano que passou também foi marcado pela pressão do vestibular. Realmente tive que estudar, mas fui motivada pelo meu desejo de fazer o Design. Achava que por ser Design não teria que estudar e se empenhar? Engano seu. Apesar de não ser concorrido o curso, a nota da somatória das fases do vestibular precisa ser de razoável para ótima — e isso não é fácil conseguir, acredite, Federal não é mole não! Crises existenciais sempre me ocorriam por causa do medo. Os chororôs eram de virar a madrugada, mas eram sempre superáveis.

Mas tudo isso passou, graças a Deus. Que venha 2010! Então, a meia-noite estarei usando roupas brancas para ter harmonia e simplicidade, nos acessórios usarei verde para representar minha esperança, amarelo para eu ser próspera, azul para eu ter confiança, e rosa e vermelho… bom, esses eu nem preciso usar. Já tenho o amor e o romantismo que sempre desejei, hihihi.

Desejo que seus sonhos realizem neste ano que está por vir, que a prosperidade reine tua casa, que a esperança seja a última a morrer e a primeira a renascer, que a confiança em si mesmo jamais seja abanonada, que o amor esteja presente diariamente, nas coisas mais simples. Estes são os meus votos para 2010!


Comentários

╳ Cancelar
Ao comentar, você alega que está de acordo com a política do blog e de privacidade, consentindo o armazenamento de seu nome e e-mail nos cookies. Os comentários são moderados manualmente e podem levar algumas horas até serem divulgados ao público.

  • lety

    Oi moça! Amei teu blog! super criativo! posso vir te visitar? xD bjus cuide-se!

  • :: Loma

    Hey 😊

    Sei que o post acima os comments estão fechados… mas não poderia sair daqui sem uma marquinha minha, Anita do jeito que tu és vai conseguir tudo e muito mais… torço sempre… carregue no coração sempre a palavra esperança pois com ele vamos longe.

    Ótimo 2010 pra nós!

    :: Loma

  • Monika

    *Comentário atrasado*

    Que 2010 seja maravilhoso pra você, Ana! Que você consiga muito mais vitórias do que em 2009, tá?

    Bjs.

  • Maay

    Juro que eu queria poder dizer tudo isso de 2010 em relação à mim! Não que ele tenha sido ruim, claro, pois até hoje, o único ano que quero esquecer é 2008! mas é que não foi fácil para mim, apesar de minhas conquistas, tive perdas ,e perdas que para outros não era nada, mas para mim significavam muito..
    Mas.. só espero que 2010 não seja um Retweet de 2009!

    Sinceros feliz 2010 para você, queria ter te mandado uma carta, mas não tenho seu endereço e meu pai ficaria meio 'cabreiro' quanto à isso, ele não gosta muito!

    Beijinhoos,
    Maay

  • Ana

    Ah, seu 2009 foi de muitas conquistas, então. O meu foi super #FAIL 🙁 Que venha um 2010 melhor para todos nós 🙂 E muita paz pra vc, tudo de melhor nesse ano 😉

Veja mais comentários:
1 3 4 5 6
ir ao topo