Madly Luv - O mLuv é um blog pessoal no qual aborda vários assuntos como design, músicas, literatura, arte, televisão etc. Desenvolvido e mantido por Ana Flávia Cador.

Vida de Freelancer: Como ter um portfólio perfeito

Coisas de designer

Um portfolio online é não só um dever de um designer. É como uma obrigação. E uma das maiores dúvidas que eu tinha quando comecei a trabalhar como freelancer era como montar um portfólio para mim. Por mais simples que imaginamos que pareça, sempre há algum detalhe crucial que esquecemos de mencionar, ou então falamos e acrescentamos informações demais, podendo confundir o cliente ou fazendo-o desinteressar pelo serviço. Segue abaixo algumas dicas que separei para você arrasar no seu portfólio!

Quem é você?

Comente sobre suas habilidades, onde você estudou, o que você cursou e onde você trabalhou. Falar um pouco sobre você não fará mal algum, mas na medida certa. Você pode dizer como se interessou pela área, sua idade e preferências relacionadas à sua área de atuação. Ninguém precisa saber que você ama cachorros, ou que você vai para praia nas horas vagas. Um portfólio não é um blog. Sempre seja direto na sua descrição, porém, não deixando de mostrar a sua personalidade e no que você faz de melhor. O cliente busca uma coisa em comum contigo, e será pelo seu estilo de trabalho e talento que chamará a atenção dele.

Determine como o portfólio irá "nascer"

Caso você mesmo queira fazer o layout de seu portfólio, tente encarar que este projeto é para um cliente, e não para você. Ser perfeccionista é sofrer, haha, e fazer um projeto próprio como um portfólio (assim como o layout do próprio blog) é muito mais cansativo, trabalhoso e exigente do que os projetos de nossos clientes. O motivo? Nunca estamos satisfeitos com nós mesmos. Acalme-se, relaxe, respire e navegue pela internet vendo outros portfólios.

Vida de freelancer - portfolio - por madlyluv.com

Ainda sem noção de como criar o layout? Desenhe! É praticando, testando possibilidades e jogando várias ideias no papel que a criatividade e a inspiração aparece. No design isso é chamado de brainstorming. (Imagem: Picjumbo)

Se você não é muito amante da programação, sabe aquele amigo seu que é craque dos HTML da vida? Não há nada de errado em pedir uma forcinha e contratar ele para fazer uma parte do seu projeto. Isso não vai desmerecer o seu talento profissional diante de seus clientes, só provará que você sabe trabalhar em equipe. Vai que rola um projeto conjunto depois? Isso é mais comum do que imagina é perfeito para adquirir experiência.

Se está sem tempo, não tem problema em utilizar um tema base, desde que você utilize-o ao seu favor. Torne-o único. Existem vários templates para portfólio lindíssimos que dá para personalizar sem perder o ar de profissional. O ThemeForest por exemplo é um ótimo site que contém templates lindos!

Outra alternativa legal para quem não tem tempo para um layout, são as redes sociais. São eficientes, permitem que você tenha seguidores e tem um plus: você é encontrado facilmente. Você encontra vários profissionais talentosos em um só lugar, e muitas empresas procuram possíveis funcionários, bem como várias pessoas em busca do profissional ideal para projeto.

Redes sociais de design - por madlyluv.com
Sobre as redes sociais

Seja seletivo

Você não precisa mostrar todos os seus trabalhos, até porque chegará num ponto que isso ficará monótono e dará a impressão que você só faz projeto igual. Ainda mais quando se trata do ramo de web. Isso acontece muito porque é super comum um cliente pedir um trabalho semelhante ao que você fez para outra pessoa. E também sempre vai ter um trabalho que você não vai gostar muito do resultado final porque "o cliente quis assim" e você não teve muito o que fugir do que foi pedido. É normal acontecer isso. É por isso que você precisa ser uma pessoa mais seletiva no que deve colocar no portfólio. Sempre haverá um ou outro projeto que você fez algo de diferente, que teve mais liberdade para criar e fugir do óbvio. O objetivo de um portfólio é mostrar o que você tem de melhor e mostrar as suas habilidades.

Ninguém vai ter paciência para ver 200 trabalhos. Você pode se orgulhar disso — significa que você teve vários clientes, e isso é ótimo! — mas isso não irá trazer benefício nenhum àquela pessoa que acabou de entrar no seu portfólio. Isso só dará a impressão que você é uma máquina de layouts e vai ofuscar os trabalhos mais criativos que determinaria o envio do e-mail de orçamento.

Tenha um domínio próprio e um e-mail de fácil acesso

Tem um domínio registrado para seu portfólio é muito importante. Demonstra profissionalismo, é uma coisa que não tem erro e é barata. Um domínio registrado tem muito mais peso, e isso equivale para o e-mail também. E tenha um e-mail que é fácil de ser lembrado.

Antes um contato@meuportfolio.com do que fulanxdetal.designs123@gmail.com, haha.

Utilize mockups para seus trabalhos

Trabalho bonito é trabalho aplicado, e sentir a sensação dele funcionando é lindo. Para isso, existem os mockups, que são elementos gráficos que simulam a realidade onde o projeto é aplicado. Use e abuse deles! Aplique marcas em mockups de cartão de visita, canecas, camisetas; layouts em mockups de computadores, telefones e tablets. Isso enriquece o trabalho e dá a noção de como ele é ao vivo e a cores. Bem melhor do que um simples print, né?

Vida de freelancer - exemplo de mockup - por madlyluv.com

Um mockup faz toda a diferença para apresentar um trabalho! Veja só como ficou o layout do Madly Luv aplicado em um. Lindo demais né? Este mockup pertence ao pacote Infinity Bundle, do Original Mockups.

O site Original Mockups tem os mockups mais lindos da internet! Por ser tão realistas e com uma diversidade absurda, acho que o precinho dos pacotes bem amigo para o tanto de opções (e há alguns mockups grátis que também são lindíssimos). Uma dica marota: rache com algum amigo que fica mais baratinho. ::cool::

"Não tenho projetos o suficiente!" Calma que há solução

É muito comum não ter projetos a ser apresentados logo no início da carreira. Mas como chamar cliente se você não tem nenhum? Fazendo projetos fictícios e pessoais. Mostre o layout que você fez para o seu próprio blog, uma marca que você acredita que seria mais bacana para tal empresa, uma releitura da capa de seu livro preferido, uma ilustração que você fez num dia de bobeira, um trabalho que você fez para a faculdade… há infinitas possibilidades de exercitar sua criatividade e mostrar para os seus futuros clientes do que você é capaz.

Conte o seu processo criativo

Explicar sobre como você chegou na solução final daquele projeto é muito bacana para as pessoas conseguirem visualizar o conceito. Mostra que você tem domínio naquilo que você faz, que você não fez aquilo só porque é bonitinho. Isso é um diferencial.

Explique sua forma de trabalho

É legal expor em uma parte do seu portfólio a sua metodologia de trabalho. Explique de maneira bem breve as etapas principais do projeto, formas de pagamento e termos básicos de serviço. Isso pode sanar várias dúvidas do cliente antes mesmo dele entrar em contato contigo. Ele perceberá que você é uma pessoa organizada e profissional, já sabendo exatamente o que você fará por ele.


Espero que estas dicas tenha ajudado quem estava com dúvidas sobre como ter um bom portfólio! E ai, você já tem o seu? Comente abaixo com o link do seu portfólio. Ou então, liste os que você mais gostou que achou pela internet! Vou adorar conhecer. ::love::

Veja também...

Vida de Freelancer: Quando o design não é o suficiente
Vida de Freelancer: 6 atitudes que mudaram a minha vida profissional
Vida de Freelancer: Tempos difíceis sempre acontecem
¬¬ zZz x_x o_O ^^ T_T ;D :x :S :P ::teary:: ::sweat:: ::stress:: ::rolleyes:: ::love:: ::cool:: ::blush:: ::attention:: ::angry:: :) :( ._. *o* *O_O


23 Comentário(s)

(23 pelo blog e pelo facebook)
  • Edwin Lafaiete
    Visitar blog
    02 . 09 . 2015

    dicas valiosas pra qualquer pessoa que deseja fazer seu portfólio. Arrasou aninha *–*

    Responder

  • Cecilia Mesquita
    Visitar blog
    01 . 09 . 2015

    Adorei as dicas, eu uso uma fanpage no facebook como portfólio fotográfico, mas sinto a necessidade de criar algo mais profissional, vou seguir a risca :)

    Responder

  • Chell
    Visitar blog
    31 . 08 . 2015

    Eu uso o Behance e avho bem bacana a plataforma, faz uns anos que deixo por lá =D

    Se quiser, olha o link: http://www.behance.net/mbuzogany

    Responder

  • Clara Vasques
    Visitar blog
    31 . 08 . 2015

    Cheguei a fazer eu mesma o layout do meu portfólio, no blogger, mas em dois dias eu já estava odiando hahahaha. Ficou um ó. Sou complexada com essas coisas :( Acabei optando por fazer na web mesmo, no behance, e adivinha só?? Também detesto ele hahahahaha. Sei lá, não gosto dos projetos que exponho nele… Não parece bom e profissional o suficiente sabe? E estou em busca de estágio, então quero tudo perfeito e para mim está longe disso.

    Nunca havia pensando em fazer projetos fictícios para completa-lo, talvez é isso que está faltando para eu ficar pelo menos um pouco satisfeita! Os projetos que tenho são todos da empresa que estagio atualmente (a alguns layouts), e como não tive muita liberdade não gosto nada deles rs. MUITO obrigada por esse amaaaaaaazing ideia hahahaha!! Post mais útil impossível.
    Como o portfólio é a alma do designer, criar um legal é essencial. Toda dica é amiga <3. Ainda mais de quem saca dos babados né hahahahaha. Beijos!!

    Responder

  • Maíra
    Visitar blog
    28 . 08 . 2015

    que lindo post! eu preciso arrumar meu portfolio e atualizar, muitas coisas foram feitas e eu nem lembrava ahhahaa mas as suas dicas foram ótimas, vou seguir sim, porque quero seguir um pouco de frella agora, porque terminei e faculdade, ai fica meio sem grana né ahahah

    MOCKUPS, são vida! ADORO, uso e abuso com certeza :D
    eu não conhecia algumas redes sociais e to entrando agora em todas ahahahaha

    obrigada pela dica, pelo post maravilhoso, já tá salvo no favoritos!

    beijos :*

    Responder