Sol

Reflexões

É normal sentir uma falsa esperança de que seu chão é firme, que os muros que você construiu à sua volta te fortalecem. Eu estava correta, afinal: Depois de uma tempestade sempre há um arco-íris. E já estou quase certa, hei de fechar o guarda-chuva em breve e logo mandarei derrubar meus muros mal feitos. Eu só não pensava que poderia ser naquele momento. Eu jurava que demoraria muito mais, ou até que nunca chegaria o sol. Exagero, eu sei, mas sou assim.

Aconteceu, e foi da maneira que eu nunca imaginei, que eu nem saberia que seria possível. Foi naquele momento em que eu tinha baixado a guarda, que estava distraída me preocupando com outras coisas. A garoa já estava ficando mais amena a cada dia que se passava. Eu já conseguia ver as nuvens se dispersando e dando chances para a luz surgir, mostrando-me um perfeito arco-íris.

Quando olhei para cima eu já havia me entregado ao Sol. Sentindo-o se aninhando em meus cabelos e assoprando um ventinho quente em meu ouvido.

Hoje o céu está límpido e claro. Claro como jamais vi antes.

"Mas no fim da estrada o sol está brilhando, toda nuvem escura tem a sua margem clara. Apenas agüente firme, e cada angústia te faz mais forte. Mas isso não durará pra sempre. Você encontrará amor, encontrará paz e o "eu" que você quer ser."One Day You Will, de Lady Antebellum

(foto via weheartit)

Veja também...

As consequências de controlar o incontrolável
Sonhos
Profissão blogueiro: Até quando?

12 Comentário(s)

(12 pelo blog e pelo facebook)
  • Gaby
    Visitar blog
    13 . 10 . 2011

    Olá Aninha!
    Fazia bastante tempo que não te visitava. Tive alguns problemas que me afastaram da blogosfera, mas agora tô de volta a todo vapor (rsrs).
    Amei seu texto! E as mudanças boas acontecem quando menos esperamos. O Sol brilha mais forte para mim, de maneira tal que todos os problemas parecem ser insignificantes. Não quero que esse momento de felicidade me abandone. Se depender de mim, nada voltará a ser rodeado pela escuridão.
    Bom restinho de semana!
    Beijoquinhas :*

    PS: Caso não se lembrar de mim, sou a dona do (falecido) Versos Mudos. (:

    Responder

    • Ana Flávia
      Visitar blog
      13 . 10 . 2011

      Como assim eu não me lembro de você @Gaby? O_O Claro que me lembro ^^
      Realmente você deu uma sumida, mas nós duas tivemos motivos né. E que bom que você também conseguiu encontrar seu Sol *-* Que continue assim por um looongo tempo ^^
      Beijocas ;*

      Responder

  • Talita
    Visitar blog
    13 . 10 . 2011

    Depois da tempestade, o sol SEMPRE aparece novamente. Que bom que você está assim agora =D deixar o passado para trás e viver a felicidade hoje.

    Beijo ;*

    Responder

  • May
    Visitar blog
    12 . 10 . 2011

    Sempre, quando menos esperamos, abre-se uma janela à nossa frente. Uma grande amiga sempre me diz que Deus fecha uma janela, mas abre muitas outras.
    Fico tão, mas tão feliz por você, amiga…
    Beijos,
    May ;*

    Responder

  • Lorena
    Visitar blog
    12 . 10 . 2011

    … e o alívio vem…

    Responder

  • Juliana Cruz
    Visitar blog
    12 . 10 . 2011

    Caramba, muito legal!
    Eu ainda estou numa chuva torrencial, aguardando para o dia de Sol. Mas eu sei que quando eu menos esperar, vai acontecer!

    Responder