Madly Luv - O mLuv é um blog pessoal no qual aborda vários assuntos como design, músicas, literatura, arte, televisão etc. Desenvolvido e mantido por Ana Flávia Cador.

Ruivices: Primeira experiência de retocar raiz, novas revelações e desafios cabelísticos

Madeixas

Não ligue para o título enorme, mas ele resume exatamente o que estou passando neste momento, haha! Depois do meu último post sobre minha saga ruiva eu pintei mais uma vez para, finalmente, ter a experiência de retocar somente a raiz e tonalizar o resto. Descobri que é um processo de paciência, que pintar a raiz nem sempre fica igual ao resto, mesmo tonalizando. E tem mais! Neste meio tempo eu descobri que a cor que eu realmente queria não era uma 7-77 da Igora ou uma 7.40 da CKamura, mas uma de número 7.34 (ou 7-57 Igora), que possui nuances um pouco mais douradas do que acobreada intensa que as duas tintas que utilizava fazia!

Pois é… e agora, mané?! *o*

Não liga para a minha cara de sono. Tinha acabado de acordar, haha.

Confesso que não me importava muito com o toque avermelhado do ruivo que eu tinha antes porque logo na 4ª lavada saía e já ficava mais alaranjado. Até ai tudo bem, mas no caso de pintar só raíz já é uma coisa diferente… ela pode ficar completamente diferente mesmo tonalizando tudo depois da coloração. E foi o que aconteceu comigo. ::teary:: Quis chorar quando eu vi a nhaca que eu tinha feito.

O estrago que fiz na raiz

A base (a cor que eu estava antes de pintar) estava tonalizada havia cerca de 10 dias com uma Color Touch Special Mix 0/34, e eu estava ADORANDO aquele laranjinha com aquelas nuances mais douradas. E dai, quando pintei ficou aquela nhaca na raiz, toda avermelhada.

pintando-raiz

Comparação da raiz pintada em relação à base com a raiz aparente.

A misturinha que deu errado

Não é que deu errado, na verdade… o que aconteceu foi o que a coloração fez o que prometia e ficou diferente da minha cor de base, apenas isso. O meu problema foi que eu queria uma cor parecida com a base ao invés do que a coloração original. Eu usei aproximadamente 60ml de tinta (1/2 tubo da 7-77 Igora + 1/2 da 7.40 CKamura) para 1 potinho de 60ml ox 20 — ou seja, proporção 1:1, que é a proporção normal recomendada para coloração. Na mistura adicionei 2 dedinhos de Mix 3000 (dourado) da Alfaparf para tentar ficar mais dourado, mas sem sucesso. Continuou avermelhada. Talvez se eu devesse colocar um pouco mais dourado… mas acho que daria ruim mesmo assim, pois, mesmo com o mix, a raiz ainda ficou berrante (além de ter sobrado tinta!) e não alterou praticamente nada quando tonalizei a raiz na tentativa de igualar com o resto. >.<

Com o que tonalizei o restante?

Eu queria testar um tonalizante ao invés de mix e tentei o Keraton Cobre (já testei o Conhaque e odiei o vermelho que ficou), e ele chegaria perto do mix 0/34. Usei ele quase puro, foram cerca de 2 colheres gordas de sopa de Keraton para 1 de creme branco de hidratação. Eu até que gostei do resultado, apesar de não ter pregado muita diferença por causa que o 0/34 ainda estava forte. Mas ainda sim, a raiz continuava vermelha (como eu disse acima: alterou quase nada).

null

Foto de cima da base como era o antes em comparação com a de baixo, tonalizada com Keraton Cobre.

O lado bom

O lado bom é que realmente usando uma ox mais baixa na raiz o efeito é praticamente igual. Quando eu pintava o cabelo todo eu usava ox 30vol, e na raiz desta vez usei a de 20vol e deu o mesmo efeito. Isso é maravilhoso, pois a ox 20 agride bem menos do que a de 30.

Como consertei a raiz e estraguei o resto, rs

Depois de uma semana, a cor estava quase homogeneizada. O vermelho da raiz estava saindo e o restante do Cobre estava saindo mais rápido pois eu lavei todos os dias. Então, para finalmente sair tudo de vez resolvi fazer um Botox Capilar. Além de reconstruir o fio, o processo dele desbota MUITO porque a cutícula abre bastante devido ao produto, ao shampoo anti-resíduo, ao calor do secador e à chapinha na finalização. Resultado: tchau excesso de qualquer pigmentação. O resultado ficou um laranja mais claro, e depois tentei corrigir com o Keraton Cobre novamente.

Base desbotada em comparação com a de baixo tonalizada com o Keraton Cobre

Eu não sabia se gostava ou não de ver como Keraton Cobre reagiu à minha base desta vez. A raiz ficou igual ao comprimento, mas o tonalizante acabou escurecendo o fio, já que a minha base estava bem desbotada devido ao Botox T_T Acredito que da outra vez não aconteceu isso porque eu estava ainda com bastante Mix 0/34 e ele não deu tanto efeito. Pela primeira vez me decepcionei com o Keraton.

O final feliz ♥

Uma semana depois (lavando todos os dias), o excesso do Keraton já tinha saído e então tonalizei com o mix que eu utilizava antes. Agora estou com a cor certa e a raiz com o tonzinho que realmente queria. ::love:: Só amores.

Cabelitcho tonalizado com o Mix 0/34 e a raiz igualada ♥

Revelação cabelística e o próximo desafio

Depois de tudo isso acontecer, pude perceber que a 7.77 ou a 7.40 já não me satisfazem mais. Bom, depois de toda essa saga de igualar minha raiz (total de 14 dias), não pude deixar de declarar o meu amor eterno ao Color Touch Special Mix 0/34 da Wella para então amar e assumir o laranjinha. Eu fiz um comparativo com meu próprio antes e depois, e também com algumas fotos de inspiração do Pinterest para ver esta minha mudança e o que irei encarar daqui para frente.

Comparativo de meu antes, usando Cobre intenso (7.77 + 7.40) e depois, apenas tonalizando com 0/34. Abaixo do comparativo, fotos de referência do Pinterest. Fonte das fotos, em ordem da esquerda para direita: 001, 002 e 003; 004, 005 e 006.

Estou saindo do Cobre Intenso pois não consigo (acho que nunca consegui) me ver nele… até porque eu sempre gostava da minha cor mais desbotada, puxando para um laranjinha. Não sei como explicar, só sei que me sinto mais "em casa" com esta cor, haha. Estou sentindo que futuramente posso querer clarear um catiquinho mais a minha base, saindo da 7 e indo para uma 8. >.< O fato é como estou com uns 5 tubos da minha antiga coloração por aqui e terei de fazer misturas para deixa-las mais laranjinhas. Pensando nisso, resolvi que na próxima vez em que retocarei a raiz farei a seguinte misturinha:

  • 1cm de Mix 3000 da Alfaparf;
  • 30ml de 7.77 Igora ou 30ml de 7.40 CKamura;
  • 1 potinho de 60ml de ox 20vol;

 
Perai Ana… tem coisa errada ai! Não amôre, não tem, é isso mesmo que você viu, haha. Irei colocar o DOBRO de água oxigenada em relação à tinta (fugindo a regrinha onde tudo precisa ser na mesma proporção). Será 1 potinho de ox, como sempre usei, só que reduzinho a metade da medida da coloração, e acrescentando o dedinho do mix amarelinho para ajudar a quebrar o vermelho. O que irá acontecer com a coloração? Ela ficará mais diluída; e então a pigmentação em si ficará mais fraca, mas ainda sim a raiz pegará a cor de base da mistura (que é a 7) já que meu cabelo virgem abre a cor fácil, fácil. ::blush:: E depois tacar o mix amorzinho 0/34 para tonalizar tudo! Em seguida só resta esperar estas tintas acabarem para começar a usar uma 7.34 ou então partir direto para uma 8.34 ♥

Cruze os dedos para dar certo, porque eu aqui estou também torcendo para dar, haha. Se der caca ou não, voltarei aqui para dizer. Ruivice é assim: aos erros, acertos e zilhares de tentativas até dar certo!

Tudo por um ruivo perfeito ♥ ::love::

Veja também...

Além da Henna: Como ter reflexos dourados com Cassia Obovata
Ruivices: Tonalizando com Keraton Henna Cobre, da Kert
8 óleos vegetais milagrosos para o seu cabelo
¬¬ zZz x_x o_O ^^ T_T ;D :x :S :P ::teary:: ::sweat:: ::stress:: ::rolleyes:: ::love:: ::cool:: ::blush:: ::attention:: ::angry:: :) :( ._. *o* *O_O


30 Comentário(s)

(30 pelo blog e pelo facebook)
  • Priscila Nóbrega
    03 . 02 . 2017

    Aninha, amei seu resultado ?
    Mas confesso que você está sendo minha luz no fim do túnel kk
    Pintei minhas madeixas essa semana e, a cutícula do meu cabelo abriu bastante e o que era pra ser um loiro 6.0 ficou um ruivo cobre, mas que simplesmente amei.
    Minha dúvida está agora na hora de retocar a raiz, meu cabelo tem crescimento rápido, mas o tom natural dele é um castanho claro. Teria alguma dica?
    Beijos ??

    Responder

    • Aninha
      Visitar blog
      06 . 02 . 2017

      Priscila, continue usando a mesma tinta para retocar a raiz caso faça sozinha. Porém, procure deixar menos tempo na raiz e tonalize o restante do comprimento, pois a raiz tende abrir mais rápido devido ao calor do couro cabeludo.

      Responder

  • Babis
    Visitar blog
    30 . 01 . 2015

    Ficou lindo, Aninha, além de super ter combinado com você. Um laranjinha perfeito, bem natural!
    Eu estou sem retocar meu cabelo faz um pouquinho mais de um mês, mas gostei tanto dessa cor desbotada que está, e minha raiz não está me incomodando por que minha base não era escura. Mas vou retocar e espero que fique "mara" como o seu hehe
    Beijos <3

    Responder

    • Aninha
      Visitar blog
      16 . 02 . 2015

      @Babis, seu cabelo já é bem clarinho e nem dá para reparar muito a raiz, o que é maravilhoso hahaha! Espero que fique lindo seu próximo retoque! Venha me contar depois como ficou? *-*

      Responder

  • Gisele Santos | Guria Chique
    Visitar blog
    29 . 01 . 2015

    Ahh Flavinha que lindo seu cabelo ficou, está lindo e maravilhoso.
    Combinou muito com sua tonalidade de pele. E você tem uma carinha de princesa…amo muito!!!
    Ficou ótimo seu post, bem detalhado e muito gostoso de ler. Beijo.

    Responder

  • Rafaella Ribeiro
    Visitar blog
    29 . 01 . 2015

    Gata, teu cabelo ficou lindo, mas ler um post desse é a mesma coisa que eu ler grego, não entendo NADA hahahahah E não é porque você não explicou direitinho, é eu que sou leiga nesses assuntos cabelísticos. Gostei dele laranjinha assim mesmo, tá rhyca e phyna, linda!

    Responder

    • Aninha
      Visitar blog
      16 . 02 . 2015

      @Rafaella, desculpa hsauhsuahSAUSHU eu até fiz um post ontem falando sobre a numeração de tinta para ninguém mais ficar boiando hahaha
      Beijocas linda, e OBRIGADA! *-*

      Responder

  • Stephanie Ferreira
    Visitar blog
    29 . 01 . 2015

    Achei linda toda a experiência e confesso que não teria a paciência de descobrir tons e misturas para acertar a cor, eu sempre fui pratica em relação a tinta de cabelo: veja bem, eu pinto os cabelos em casa desde os 12 anos, de loiro a ruivo, a rosa pra roxo, depois loiro, laranjinha e agora ruivo com loiro nas pontas… hehehe
    Ficou lindo o resultado! Fiquei com vontade de contar um pouco da minha saga cabelística no blog tbm ^.^
    Um beijo Aninha!

    Responder