Madly Luv - O mLuv é um blog pessoal no qual aborda vários assuntos como design, músicas, literatura, arte, televisão etc. Desenvolvido e mantido por Ana Flávia Cador.

Resenha: Protetor Solar Perfect Bright Milk, da Bioré

Beleza e Cuidados

Eu tenho uma leve sina de não conseguir ficar por muito tempo com o mesmo protetor solar, pois sempre fico trocando e tentando achar um que me seja mais confortável, com menos cheiro possível e mais sequinho devido à minha pele mista a oleosa. Há algum tempo atrás eu tinha gostado do Idéal Capital Soleil Toque Seco da Vichy diante de todos os outros que eu já tinha experimentado até então, mas eu senti que podia achar algo melhor. Foi então que na primeira semana de agosto pedi indicações do pessoal lá no grupo DayDream e me lembraram da marca japonesa Bioré.

Resenha: Protetor Solar Perfect Bright Milk, da Bioré - madlyluv.com

O que o produto promete?

Segundo a embalagem, o Perfect Bright da linha Milk FPS 50+ é um protetor solar físico indicado para peles oleosas. Possui fórmula ultra-leve, oil-free, podendo ser usado antes da maquiagem por conter um pó corretor ultra fino que promete corrigir visivelmente os poros, proporcionando uniformidade e sem brilho na pele (como se fosse uma espécie de primer). Na embalagem também diz que não há fragrância e não possui efeito esbranquiçado. Entretanto, traz um leve tom cereja na pele. Contém ácido hialurônico na fórmula (efeito hidratante e rejuvenescedor) e promete ser à prova d'água e de suor, protegendo contra os raios UVA e UVB por muito mais tempo.

Sobre a marca

A Bioré, da fabricante japonesa Kao, é uma marca bastante popular no Japão e ao redor do mundo. É considerada por lá uma das melhores para a categoria skincare com foco principal em disfarce dos poros, tipicamente presentes em pele oleosas. Os produtos da marca são de boa qualidade e não são tão caros, mesmo importando para o Brasil ou comprando de revendedores.

É cruelty-free?

A Kao alega apoiar a causa cruelty-free, mas ela realiza os testes por obrigação do governo de determinados países (ex: China). Portanto, fique o aviso: A Kao não é cruelty-free *O_O (fontes: Kao's Policy on Animal Testing, blog Budget Friendly, Too e PETA).


Resenha

Eu já tinha ouvido falar dos protetores da Bioré através de um dos vídeos da Joyce Kitamura e de outras resenhas por ai. E como só encontrei o pessoal falando super bem dele, achei interessante em investir nele. Realmente, ele é bem sequinho e toque aveludado. Ele não vem com cheiro algum e sinto a pele uniforme e com poros amenizados. Mas eu não gostei deste toque rosado que ele deu na minha pele. T_T Confesso que preferiria o efeito esbranquiçado típico do protetor físico do que tom rosado. O meu subtom de pele é quente, e vendo a minha cara rosada em comparação aos ombros amarelados me senti um pouco estranha, e isso me chateou um pouco. Porém, se uso em pouca quantidade e espalhar bastante, consigo dar uma disfarçada no tom — mas dependendo do dia sinto que preciso usar um bb cream ou uma base do meu tom para dar aquela corrigida — o lado bom disso é que ele serve como um ótimo primer.

Nas fotos abaixo mostro como fica a textura do protetor logo quando aplica e depois que seca. Dá para notar desde quando se espalha o tonzinho rosado do protetor que me fez ficar #chateada.

Textura na pele logo após aplicação. É preciso esperar alguns minutinhos para secar antes de usar maquiagem.
Textura na pele minutos após aplicação, já depois de seco e absorvido. Percebeu a coloração levemente rosada? Mas o acabamento matte é ótimo!

Uma coisa que achei extremamente fantástica é que ele é, literalmente, líquido! A textura dele é semelhante a leite (será que é dai que vem o nome da linha Milk?) — tanto é que toda vez que for usar é preciso agitar o frasco antes; tem até aquela bolinha que faz barulhinho dentro que ajuda a misturar a solução — e isso acaba ajudando muito a espalhar e a render, pois meu coração doeu quando peguei o frasquinho pela primeira vez e vi que vem só míseros 30ml de produto. Mas vai por mim: rende bastante. Estou há praticamente um mês usando todos os dias e não cheguei nem na metade.

Resenha: Protetor Solar Perfect Bright Milk, da Bioré - madlyluv.com

Textura líquida e rosada.

Falando em render, ele realmente é um produto que dura muito na pele. Apesar dele ser bem levinho, dá para identificar ele na sua pele devido ao toque aveludado (e fica o dia todo!). Claro que se você for pra praia ou piscina vai saindo com o tempo e é preciso reaplicar, mas com o suor comum do dia-a-dia o danado não sai por nada neste mundo, apenas com demaquilante! O que é bom e ruim ao mesmo tempo. No começo eu sofri um pouco para poder retirar o produto (inclusive a Bioré até vende um removedor), mas descobri um método super simples: tacar óleo vegetal puro na cara, massagear bem todo rosto onde foi aplicado o protetor e lavar com sabonete líquido. Tenho usado óleo de semente de uva que é leve, fácil de achar e valor acessível, mas dá para usar qualquer óleo vegetal extra virgem. Eu não vi um crescimento no surgimento de espinhas, então não é comedogênico, mas arrisco dizer que ele possa vir a ser para quem não tirar direitinho do rosto.

Aproveite e leia também:

Ao contrário do que vejo nas resenhas por ai, não achei que sozinho seja capaz de hidratar a pele. Ele tem um acabamento bem seco, e com uma pele hidratada ficou até melhor para se espalhar e ser absorvido. Só acaba demorando mais um pouco para secar, mas o acabamento fica bem melhor do que uma pele sem preparo algum. Quando fui fazer teste dele na mão ressecada, ficou cheio de linhas brancas onde as marcas da pele são um pouco mais fundas, acumulando produto e não sendo bem absorvido.

Onde comprar?

Em lojas físicas você não vai encontrar. Se você tiver paciência e confiança em comprar fora, você encontra bastante no eBay, mas você também encontra vários vendedores no Mercado Livre. É só prestar bastante atenção nas avaliações dos consumidores. Eu costumo ler praticamente todas as avaliações do vendedor, principalmente as negativas para ver sobre a questão da qualidade do produto. Se já tem uma parcela mínima dizendo que é produto falso, pode correr que é furada. No meu caso eu tive bastante sorte pois achei uma vendedora daqui em Goiânia e fui pegar o produto em mãos já no dia seguinte. O nome da loja dela é TOP USA IMPORTS. E no blog Coisas de Diva a Sabrina Olivetti também indicou onde comprar os produtos da Bioré. No Brasil o preço varia entre R$50 a R$65, enquanto lá fora varia entre US$7 a US$12.

Sinceramente? Mesmo com os preços da Bioré sendo bem mais caros aqui no Brasil, você provavelmente achará mais barato que a maioria dos protetores solares faciais que vemos nas drogarias. Já cheguei a pagar R$80 num protetor que foi bem mais ou menos. O Perfect Bright paguei R$59.

Conclusão

De forma geral, gostei bastante do produto e do uso ao longo prazo. Só duas coisas que não gostei: da cor rosada e, principalmente, por não ser cruelty-free. ::stress:: Se eu soubesse dessa última informação antes de comprar (fui descobrir quando estava pesquisando para fazer este post), provavelmente não teria adquirido — verdade seja dita! To para fazer um post sobre isso um dia. ::attention::

E você, já usou este protetor da Bioré? Se sim, o que achou? Caso contrário, conhece algum semelhante que deu certo para ti que seja cruelty-free? ::love::

Nota final


Este post não foi patrocinado por nenhuma marca citada acima.
O conteúdo foi escrito por livre e espontânea vontade, com muito amor para você.

Veja também...

Meus produtinhos favoritos para o rosto #2
Resenha BB Cream (Vitamin E), da The Body Shop
Meus produtinhos favoritos para o rosto

20 Comentário(s)

(20 pelo blog e pelo facebook)
  • Beatriz Cavalcante
    Visitar blog
    19 . 09 . 2017

    Eu tô precisando de um protetor e estava vendo uns ontem. Já vi algumas resenhas dessa marca mas achei bem carinho. :( Eu não uso protetor mas nesse calor eu acabo chegando todo dia em casa com a marca da blusa nas costas e queria evitar isso. Não só as marquinhas de roupas, mas proteger a pele tbm né. Vi alguns da loreal por um preço bem ok e acho que vou comprar para testar, já que meu salario de estagiara não permite marcas mais caras. HAHAHA

    E agora eu to igual você: observando se a marca testa ou não em animais. Outro dia fui na Lush e fiquei apaixonada por tudo natural, artesanal e cruelty-free. Comprei dois produtinhos para experimentar e foi maravilhoso. <3

    Responder

  • Michelly Melo
    Visitar blog
    17 . 09 . 2017

    Oii, Aninha! :)

    Já tinha lido alguns post sobre isso e estava doida para testar, mas nenhum citava a cor rosada dele e o fato de não ser cruelty-free. Fiquei um pouco decepcionada, primeiro porque não gosto de qualquer produto que não deixe com o tom natural da minha pele, ainda mais porque eu uso o mínimo de maquiagem possível. E outra porque não dá para usar algo que ainda é testado em animais.

    Mas adorei o seu post, Aninha! Ficou completo e sincero! <3

    Beijos

    Responder

  • Betânia Duarte
    Visitar blog
    09 . 09 . 2017

    Que resenha ótima, bem detalhadinha e ilustrativa. Protetor solar pra mim é um caso danado, eu sou muito branca (dermatologista já me disse que sou quase albina, hahah) então é complicado essa coisa. Adorei o protetor mas fator 50 para mim realmente não é muito bom :/
    Beijo!

    Sorriso Espontâneo

    Responder