Persianas abertas

Reflexões

Foi com o passar do tempo que pude notar que meus antigos conceitos mudaram. É com a distância que conseguimos colocar realmente em questão tudo o que se passou. É fácil confundir as coisas quando se é apaixonado por alguém. Faz exatamente 152 dias que não o vejo e nem trocamos mais palavra alguma. Sumimos da vida um do outro para nunca mais. Triste não? Só se for para você. Mas para mim foi uma bênção, e foi só hoje ao abrir as persianas da janela que percebi a verdade de tudo.

[member]Os primeiros dois ou três meses são os piores. Você chora só de escutar a música de vocês dois, a ouve desesperadamente, imaginando mil finais felizes, duas mil conversas diferentes e mais três mil possibilidades de volta. Negue quantas vezes quiser, mas você no fundo sabe que é assim que funciona quando terminamos um relacionamento com alguém que achava que morreria sem ter aquela pessoa ao lado. Mas é meses depois que conseguimos colocar tudo em uma balança. Como o velho ditado — mas nunca clichê — diz: o tempo melhora tudo.

Comentei aqui um dia o fato do "para sempre" de um amor. Ainda continuo o lema de que "tudo é relativo", sem dúvida alguma. E que amor, pode ser sim passageiro. Conhecer todos as qualidades e defeitos, ver as características de uma pessoa e gostar dela mesmo assim, eu acredito piamente que é amor, independente do tipo.

Eu amei ele. Conheci ele, passei diversos momentos bons e ruins. Deixei de ter borboletas no estômago depois de algum tempo e não me importei com isso, porque amei. No primeiro mês eu acordava chorando todos os dias e eu não queria demonstrar para ninguém, tanto é que eu até parei de escrever sobre minha vida pessoal aqui para não dar bandeira, deixei de escrever em meu tumblr, dedicando-o apenas à fotografia, e sempre quando alguém me perguntava eu dava uma desculpa qualquer. A paixão já tinha acabado e o amor estava se esfriando porque eu forçava a não querer saber mais dele. Praticamente proibi minhas amigas em pronunciar o nome dele para evitar as fofocas que já escutava e queria tapar os ouvidos.

Hoje percebi que era um amor momentâneo. Desses que todos nós temos na vida. Um grande amor… só que momentâneo. Amor sim, mas não amor verdadeiro, aquele que Ele nos dá a oportunidade de ter por alguém. É simples assim. Se Deus não me deu margens à continuar amar o outro, e o arrancou de minha vida, então é porque ele foi apenas uma lição para mim, para depois nós dois aprender a colocar na balança nosso passado.[/member]

É abrir as persianas da janela de sua alma e simplesmente acreditar que Deus sabe tudo o que faz. E que se desta vez o amor verdadeiro não bateu à minha porta, no momento certo, Ele permitirá que eu saiba o que é realmente isso.

(photo via a-frank)

Veja também...

As consequências de controlar o incontrolável
Sonhos
Profissão blogueiro: Até quando?

15 Comentário(s)

(15 pelo blog e pelo facebook)
  • Ohara
    Visitar blog
    27 . 06 . 2015

    Olha, nao da pra faaalaaaaaaaar, porque não li o post inteiro: resumindo, só comentarei sobre o post quando eu poder tirar essa duvida, ajuda aqui?
    Como se registrar no blog? 'bjos!

    Responder

  • Luana Lacerda
    Visitar blog
    15 . 07 . 2011

    É as vezes agente não entende o porque acontece isso,mas lá na frente agente vê o porque e sabe que vai ficar tudo bem né? Tudo o que não é bom para gente Deus tira do nosso caminho disso eu sei! :)

    Responder

  • loma
    Visitar blog
    14 . 07 . 2011

    Hey Anita ^^

    "Um dia ele virá" e então vc saberá do fundo do seu coração que ele é o certo para trilharem juntos um só caminho.
    Realmente acredito que todos temos aquele q esperará. Quando você começa tentar entender o amor, a explicá-lo, desconfio não ser amor.

    Xxx

    :: Loma

    Responder

  • babee
    Visitar blog
    13 . 07 . 2011

    Fico feliz de ler isso, Aninha! Parece difícil mesmo no começo, mas agora o alívio de poder respirar e conviver bem com a situação é um avanço enorme, sinônimo de que você tá mais preparada e segura pra conhecer novas pessoas, não só pra namorar, falo num geral, pois você está mais leve e confiante! E eu concordo exatamente com você, tudo na vida tem seu tempo, tempo de errar, de aprender, de amar, de extravasar e de tantas outras coisas, pois essa é a magia da vida :D

    Responder