Madly Luv - O mLuv é um blog pessoal no qual aborda vários assuntos como design, músicas, literatura, arte, televisão etc. Desenvolvido e mantido por Ana Flávia Cador.

Marley e todos os cães

TV e Cinema

Okaaay, vamos parar com aquele assunto antes que eu tome uma decisão que não será muito boa. Enfim, coloquei uma lista de filmes no post passado junto com a minha crítica de cada um. E deixei um em especial que prometi para mim mesma que deixaria um post só para este filme: Marley & Eu. Confesso que nunca li seu livro, mas agora estou ficando quase doida para ler! Apesar de eu ter milhões de livros de vestibular para ler até o mês que vem, eu ainda caio na tentação de ler outros livros.

Direção: Marley e Eu
Genero: Biográfico
Classificacao:

Depois de uma hora e meia baixando mais de 1G de filme, eu sabia que ia valer a pena. Eu já tinha visto muitas críticas construtivas sobre este filme e já fui alertada sobre o final que não seria muito bom, ponto!, era só isso que eu sabia. Quando eu vi algum blog falando sobre este filme, eu pulava a parte da crítica para não saber sobre ele, que eu queria saber por si só. Logo no começo do filme minha mãe e eu começamos a sessão de "awwn!" ao ver aquele cãozinho labrador mais fofo do mundo! O cão de liquidação perfeito (L) Esse foi um dos melhores filmes que eu já vi… e não nego, chorei muito no final. Muito mesmo! E minha mãe a mesma coisa. Duas bobonas chorando no sofá!

O filme tem um caráter autobiográfico. Escrito por John Grogan (Owen Wilson) a história acompanha o autor e como sua família é formada a partir de quando passa a ter um cão, Marley. Quando o jornalista casa com Jennifer (Jennifer Aniston), pensa em constituir família, mas, por sugestão do melhor amigo Sebastian (Eric Dane), resolve adquirir um cachorro de estimação como uma espécie de "treino" para o que pode vir com os filhos. A questão é que o labrador logo se mostra "o pior cão do mundo" de tão arteiro que é, hehe.

Marley serve como guia para que o autor conte como ele e a esposa constituíram família. Por mais que o labrador esteja em destaque até no título do filme, a história não é necessariamente somente sobre ele: mostra como é tão complicada a jornada de se formar uma família. Mas é claro que Marley rouba a cena!

Eu sou louca por cachorros, tanto é que tenho três em casa. Eu acho um absurdo ver um cão largado na rua, abandonado sofrendo com chuva, sem abrigo e sem carinho. E existe tanta, mas tanta gente que maltrata um cão… tanto fisicamente como psicologicamente. Isso é pessoa sem coração. Cão tem coração sim, e é mais puro do que qualquer ser humano. Cão não tem como dizer onde dói, se está com fome, se precisa de carinho ou de um amigo. É indefeso, como uma criança. Muitos são atropelados e largados deste jeito na rua, sem ninguém prestar assistência e levar para um veterinário. Muitos não sabem porque ficam raivosos e atacam as pessoas. Um cão é o reflexo de seu dono ou pelo que fizeram com ele um dia.

Pode existir um amigo mais fiel do que um cachorro? Sempre está lá ao seu lado para te escutar, para te desejar amor, te proteger. Só um olhar basta para servir de consolo para qualquer dor. É como se ele pudesse absorver por ti. Ele não precisa falar para te consolar. Só sua presença importa. Um cão é uma das raras criaturas que ama seu dono mais do que ama a si mesmo.

Tudo bem, sei que este post está diferente daqueles que escrevo, mas este filme faz você dar muito valor para aquele seu amigo de quatro patas, mesmo ele sendo o "pior cão do mundo". Então aproveitei para apelar e desabafar um pouco sobre uma coisa que é tão presente no nosso cotidiano… e muitos nem se importam com isso.

Agora, o que custa você tirar a bunda dessa cadeira e dar lá um abraço de urso no seu amigo?

20/04 às 22:30
Viagem amanhã para Pirenópolis com a família e parentes de São Paulo que fizeram visita surpresa. Se eu puder, tiro fotos e depois escrevo alguma coisa sobre, okz?

Este post está dando polêmica, heim? Hahahaha Já vi muitas opiniões, inclusive de quem não é amante dos "bebês" caninos. To gostando de ver, hehe! É bom ouvir a opinião alheia, mãaaas… ainda morro com um cachorro do meu lado, recebendo um abraço de urso dele e cheia de beijos babados (tá, pareeii! abafa a parte "beijos babados"), hahaha

Veja também...

Dica de série: Anne with an E, da Netflix
Resenha de Rogue One, uma história (quase nada) Star Wars
Dica de série: Outlander
¬¬ zZz x_x o_O ^^ T_T ;D :x :S :P ::teary:: ::sweat:: ::stress:: ::rolleyes:: ::love:: ::cool:: ::blush:: ::attention:: ::angry:: :) :( ._. *o* *O_O


30 Comentário(s)

(30 pelo blog e pelo facebook)
  • Madaaah
    Visitar blog
    23 . 04 . 2009

    Aninhaaa, primeiramente, que saudades.! :O Fazia um tempinho que eu não passava por aqui… Bom, cães, eu amoo cachorros e todos os tipos de animais, tenho uma cachorra que é enorme. E dorme comigo *-*. HASUSAHUSA Apesar de ela quase me derrubar da cama, eu amo ela. (:
    To lendo marley e eu ainda, por isso não li sua critica completa, leio depois, prometo. :D

    Ahh, tem meme pra você no meu blog.

    Beeijos, se cuida.

    Responder

  • Patricia*
    Visitar blog
    23 . 04 . 2009

    (L) não posso ver esse filme não
    eu ficar chorando o tempo todo
    eu tenho uma poddle linda e AMO muito ela ^;~

    Responder

  • Alê
    Visitar blog
    22 . 04 . 2009

    Óin Ana, chorei litros com o seu post,,, você me fez lembrar do meu cãozinho que morreu em dezembro de uma doença fdp (T_T) Eu acho super triste ver cães abandonados na rua, Eu tenho dois, um basset e um rottweiler, e só deus sabe como esses dois são mimados aqui em casa. Não sei dizer como um cachorrinho passa a ser parte da vida de uma família, mas de alguma forma, existe um laço que nos liga, e uma família sem eles… não é uma família completa. Ana, á estava com saudades de comentar aqui no ML, agora que já passaram as provas na facul vo tar aqui direto XD. *aguenta* Beijão ;*****

    Responder

  • Isabella
    Visitar blog
    22 . 04 . 2009

    Eu gosto de animais, más sinceramente não posso ter um cachorro, pelo simples fato de que quando eu morava em casa a minha morreu e eu quase tive um ataque de 4 que tive apenas 2 sobreviveram, más agora não posso mais ter pois sou alergica e moro em apartamento. Nunca assistir e nem li oi livro, más vou conferir. Boa Viagem.

    Responder

  • :: Loma
    Visitar blog
    21 . 04 . 2009

    Aninhaaaaaaaa

    Haa eu nunca tive cão *chora eu sempre tive gatos tenho um há mais de 20 anos (pedido pra post fato)… meu baby "veinho"… mas eu adoro cão animais num modo geral… concordo plenamente com que falaste sobre os "seres humanos" que maltratam tais animais totalmente sem coração…

    Acredita que Marley & Eu tô aqui com o livro e não acabei de ler ainda? pior quero ver o filme antes (ainda mais de ler seu post) pode bater vai!! hahuuuuuu

    Correndo pro link que deixaste…

    Bjs se cuidaaa

    :: Loma

    Responder


1456