Resenha: Julieta Imortal

Leitura
Livro: Julieta imortal
Série: Julieta imortal
Autor(a): Stacey Jay
Editora: Novo Conceito
Páginas: 237
Classificacao:
Sinopse: Julieta Capuleto não tirou a própria vida. Ela foi assassinada pela pessoa em quem mais confiava, seu marido, Romeu Montecchio, que fez o sacrifício para assegurar sua imortalidade. Mas Romeu não imaginou que Julieta também teria vida eterna e se tornaria uma agente dos Embaixadores da Luz. Por setecentos anos, Julieta lutou para preservar o amor e as vidas de inocentes, enquanto Romeu tinha por fim destruir o coração humano. Mas agora que Julieta encontrou seu amor proibido, Romeu fará de tudo que estiver ao seu alcance para destruir a felicidade dela.

Quando comecei a ler este livro eu não fazia ideia de que rumo iria tomar essa história e muito menos como ele iria me deixar sensibilizada por sua delicadeza. Confesso que inicialmente eu achava a história um pouco "viajada". Eu nunca li algo parecido com Embaixadores da Luz e Mercenários, e muito menos associado uma estória retorcida do clássico Romeu e Julieta, você já? Pois bem.

De acordo com a autora, a estória de amor mais conhecida do mundo é uma grande farsa. Romeu seria o grande vilão e sacrificara Julieta para ter uma vida eterna, porém com uma missão de destruir o amor entre as almas gêmeas que, nada mais, nada menos, Julieta teria de proteger, pois quando estava à beira da morte e sozinha em sua tumba, uma Embaixadora da Luz, conhecida como "Enfermeira", a salvou da mais completa escuridão. E para cada um realizar o papel, teriam de encarnar em um corpo. Romeu encarnaria sempre em um corpo já sem vida e alma, enquanto Julieta tomaria emprestado o corpo de alguém para depois sair livremente e deixar o "receptáculo" seguir sua vida adiante. E foi assim durante 700 anos. Só que, desta vez, nada saiu como planejado para ambos.

Julieta encarna no corpo de Ariel, uma garota de 18 anos tímida e "sem graça", que teve um rápido envolvimento com Dylan, um rapaz popular, que, por acaso, seria morto em um acidente de carro (com Ariel) e ter seu corpo usado por Romeu. Em sua primeira fuga para seu corpo não ser morto, Julieta (Ariel) dá de cara com Ben, que também não possui uma reputação muito boa. Entretanto, Julieta tem uma profunda sensação de que o conhece a muito muito tempo, porém não sabe da onde, e acredita com todas as suas células emprestadas do corpo que ele possui um bom coração. Será que ela se apaixonaria de novo? E, principalmente, alguém que não seria Romeu?!

As almas gêmeas que Julieta tem de proteger desta vez é Gema, melhor amiga de Ariel, uma garota louca de pedra e inconsequente, e, infelizmente, Ben, o grande amor da vida de Gema, rapaz por qual Julieta se recusa a acreditar que pode estar apaixonada!

Essa missão dela estava ficando cada vez mais estranha, já que ela se sentia totalmente sozinha e não conseguia entrar em contato com seus superiores, além de arrumar toda a vida conturbada de Ariel. Ah, sem contar no fato de que Romeu a procura, dizendo que ambos podem voltar aos seus antigos corpos através de uma mágica antiga. É muita coisa a se pensar, muita coisa a se arriscar, muitas vezes ela e Romeu teriam de escapar de seus próprios espectros, querendo suga-los para a escuridão. Como seria o final de cada um, afinal?

Cheguei à conclusão que Julieta Imortal não é apenas um conto de ficção, um passatempo para ser lido. Ele reflete, antes de tudo, valores — do tipo de como as pessoas sempre são são dignas de perdão e uma segunda chance para recomeçar, independentemente se fizeram grandes atrocidades. Nos ensina que antes de amar ao próximo, você precisa se amar primeiro, que nutrir o ódio só levará à solidão, que o amor está em qualquer lugar que você imagina, só basta estar pronto para se entregar a ele.

Veja também...

Resenha: Eragon, Ciclo da Herança
Resenha: Maze Runner, Prova de Fogo
Resenha: Maze Runner, Correr ou Morrer

3 Comentário(s)

(3 pelo blog e pelo facebook)
  • :: Loma
    Visitar blog
    03 . 03 . 2012

    Hey Anita ^^

    Na época eu tirei 2 vezes esse livro da lista de "desejos" . Porém devido uma resenha, resolvi arriscar e amei. O livro é uma delícia e tive a mesma sensação que você.
    Sabe que estará logo o segundo, porém a estória vai ser sobre o Romeu, porque bem o coitado no final________ vc sabe kkk

    Xxx

    :: Loma

    Responder

  • Fernanda
    Visitar blog
    01 . 03 . 2012

    Já ouvi falar muito desse livro mas ainda não tinha lido uma resenha assim! Parece muito bom, heim? *-* E, não sei bem porque mas me lembrou um pouco "A Hospedeira", rs o_O Enfim, se eu tiver oportunidade vou ler com certeza! Beijos

    Responder

  • May
    Visitar blog
    01 . 03 . 2012

    Sou muito curiosa pra ler esse livro, Ana! Adorei a forma como você abordou a resenha, colocando as lições que podemos tirar do livro.

    Beijinhos,
    May ;*

    Responder