Inexplicável

Pessoalidades

Às vezes nos sentimos inseguras. Choramos em nosso canto com a esperança de ninguém ver. Você não quer receber aquela pergunta "Por que você está assim?", para você ter de dizer, na maioria da vezes, que não há nada e ser pressionada com a mesma pergunta novamente porque, obviamente, você está tão frágil que nem para disfarçar você consegue. É tão ruim quando você conta a alguém o que está acontecendo pois quando as palavras saem literalmente de sua boca, elas se tornam mais reais ainda, e as lágrimas brotam involuntariamente e não há quem consiga fazê-las parar cair. E é pior ainda quando nem você mesma consegue explicar. Você está sofrendo e nem sabe o motivo. São tantas coisas que giram em sua cabeça e tudo o que você quer naquele exato momento é cavar um buraco na terra e se esconder até a tempestade passar… e de preferência abraçar a pessoa que você mais ama neste mundo.

Não consigo explicar a mim mesma o que anda acontecendo comigo. Se é TPM eu não sei, se é algum tipo de pressentimento, muito menos. Ando preocupada com algo não sei o que é, angustiada por uma coisa que nem pode sequer existir. Então por que estou assim? Por que estou tão instável, perdida, confusa, medrosa… ? A todo instante mina água em meus olhos sem eu esperar. Dá aquela conhecida coceirinha no nariz e logo a visão fica borrada. É algo incontrolável. Inexplicável.

Veja também...

Não nasci para ser "blogueira"
Realizações de 2016 e pedidos para 2017
Projeto Mete a Colher: Sororidade na palma da mão

0 Comentário(s)

(0 pelo blog e pelo facebook)