Filme: Para Sempre

TV e Cinema
Para Sempre (The Vow)
Gênero: Drama/Romance
[rating:3.5]
Sinopse: Page e Leo viviam uma linda história de amor, mas um grave acidente de carro provocou uma grande mudança em suas vidas. Afinal, mesmo estando casados, ela não consegue se recordar de nada e muito menos ter algum tipo de memória sobre o relacionamento deles. Agora, resta para Leo a missão de reconquistá-la novamente para que possam então viver o romance que sempre desejaram. Baseado em fatos reais.

Eu disse que veria este filme para poder analisar junto com o livro, lembram? Consegui baixa-lo em uma boa qualidade (que se eu não me engano foi no BaixarTV.com) e agora finalmente posso comentar contigo.

 

Em relação ao livro? Um fiasco. Sério mesmo, não é nem de longe parecido com a história de Kim e Krickitt que conhecemos anteriormente, exceto o fato de que Page (na qual Rachel McAdams interpreta o papel, que seria a Krickitt no livro) sofre um acidente de carro e perde sua memória e Leo (Channing Tatum no papel de Kim) precisa tomar contar dela, suportando suas oscilações de humor e lidando com o fato de que ela não o ama mais pois nem se lembra dele. Se o filme tivesse outro nome, eu quase poderia jurar que nenhum tem ligação com o outro.

No livro, Krickitt era uma ginasta amante de esportes enquanto Kim era treinador; no filme, Page era uma artista e Leo é dono de uma gravadora. Krickitt não tinha um namorado em mente quando acordou depois do coma; Page jurava que era noiva de um cara (só para o filme ter aquelas típicas cenas de ciúmes). No livro, ambos mencionavam muito na força de Deus e como devemos superar nossos obstáculos através de Seu auxílio, enquanto no filme nada disso é mencionado, exceto na semelhança da força de vontade que Leo possuía em recuperar sua esposa. Já está clichê em dizer que o livro sempre é melhor que o filme, disso todo mundo sabe.

Agora, não olhando pelo lado da comparação e analisando apenas o longa como uma obra não inspirada em alguma história, o filme é lindo e tocante. Apesar de não envolver religião e a fé em Deus no longa, tanto a adaptação quanto o livro retratam sobre fé, isso não posso negar de forma alguma. Enquanto no livro a fé que eles possuíam em Deus para ajudar a superar os obstáculos, no filme a fé era depositada nas pessoas. E é justamente por isso que não consigo dizer ainda se gosto ou desgosto desta adaptação, porque querendo ou não, esses dois tipos de fé, de uma forma ou de outra, possui o mesmo princípio e um é tão importante quanto o outro. ^^

E o sorteio do kit Para Sempre ainda rola!

Até o dia 05 de maio você ainda pode partipar do sorteio do kit do livro! Acesse esta página e saiba quais são as condições e clique em "sorteio" na barra do rodapé do blog para paticipar! ;D

Veja também...

Filme: Rogue One, uma história (quase nada) Star Wars
Série: Outlander
6 filmes que inspiraram Stranger Things que também estão na Netflix

4 Comentário(s)

(4 pelo blog e pelo facebook)
  • Sara
    Visitar blog
    07 . 05 . 2012

    Acho muito chato quando eles resolvem mudar coisas que são essenciais para entender a personalidade dos personagens, detalhes da história… Se querem fazer algo diferente, diz que foi baseado e muda o nome do filme!
    Ainda não conheço nenhum dos dois, a promoção ainda tá rolando? rs

    Responder

    • Ana Flavia
      Visitar blog
      08 . 05 . 2012

      Oi @Sara!
      Pois é, concordo plenamente contigo. Se tivessem mudado o nome e relatado que só seria baseado e ponto final, a visão que eu e mais um monte de gente teria sobre este filme seria totalmente diferente.
      O sorteio não está rolando mais Sara =/ Acabou dia 06.

      Beijocas ;*

      Responder

  • May
    Visitar blog
    06 . 05 . 2012

    Eu te falei, amiga, que o filme era totalmente diferente, rs! Minha opinião é bem parecida com a sua, e ao chegar ao final do filme, não sabia se gostava ou se odiava! Não foi o melhor filme que assisti esse ano, até porque mesmo sem comparar com o livro, achei a história um pouco fraca, porém com uma mensagem bonita! Um filme para se assistir quando se quer distrair e ver algo mais água com açúcar!

    Beijinhos,
    May ;*

    Responder

  • Lucas Maia
    Visitar blog
    04 . 05 . 2012

    Tá ficando mesmo clichê falar que o livro é melhor que o filme, mas que isso é verdade, isso é. Ainda não vi, vou anotar para ver depois. ^^

    Beijos, Ana!

    Responder