E viva o livre arbítrio, porém…

Blogosfera

Sempre fui uma pessoa de ficar muito na minha, principalmente quando se trata de blogar. Tenho pouquíssimas amizades, porém gosto de conversar com todo mundo. Mas não sou de cutucar as pessoas, passar indiretas para alguém, e muito menos gerar polêmica. Acredito que é algo desnecessário esse tipo de atitude, pois todo mundo já sabe que na maioria das vezes nunca passa disso e o mundo continua a girar normalmente. Não gosto de perder meu tempo com isso, e quando já percebo algo de errado, quero logo sair fora porque já sei onde isso vai dar, e não irá fazer bem a ninguém. Mas a liberdade de expressão existe, porém tem o seu limite, que vem junto com o bom senso e respeito.

Estou dizendo isso porque certas coisas mudaram por aqui, e isso vem irritando os blogueiros antigos. Pessoas se queixando que a blogosfera deveria mudar e voltar a blogar como se fazia a anos atrás, como se fosse regra. Eu sou desse tempo, e também acredito que o mundo blogueiro era melhor antes, mas o novo não é tão ruim quanto as pessoas falam. Sinto saudades, mas também adoro como é hoje.


(fonte da imagem: we♥it)

Mudança e tempo são palavras que andam juntas. Eu apenas acredito que deve ter o equilíbrio entre isso. Entretanto, o que só vejo é gente se queixando no tanto que são ruins os blogs de hoje. Nessa lenga-lenga de só falar mal, acabam sem querer (querendo) desrespeitando, apontando e cobrando do outro o que deve ser feito, ao invés de agir por conta própria e fazer algo diferente.

É um assunto delicado de se falar, mas eu gostaria de expressar minha opinião a respeito.

Ler mais…

Veja também...

Voltando ao meu ser e, junto a ele, um novo design
Novos ares resultando em novo layout!
Nova marca do Madly Luv e opiniões dos leitores

22 Comentário(s)

(22 pelo blog e pelo facebook)
  • Lari
    Visitar blog
    07 . 02 . 2012

    Ei, Aninha. Você já disse tudo o que eu pensava a respeito. Também sou da época da Camiloviska, Glitter e Peága. Mas nem por isso julgo os blogs de hoje, afinal, cada um faz o que quer nele e posta o assunto que mais o agrada. Que chatice se houvesse somente blogs de opinião; agradeço pela variedade.
    Como diz Chico Buarque: "As pessoas têm medo das mudanças. Eu tenho medo que as coisas nunca mudem."
    Beijos <3

    Responder

  • Natalia
    Visitar blog
    07 . 02 . 2012

    Totalmente desnecessário ficar só reclamando, por que não larga fora de uma vez então?

    Acho que cada um tem o direito de ter e postar o que quiser no seu blog, e se tem gente que não gosta é só parar de visitar aquele e buscar por outros. Com certeza tem blog o suficiente na internet pra gostar e desgostar, pra todos os gostos.

    As pessoas passam mais tempo reclamando e sendo infeliz do que aproveitando. Gente, a internet existe! Só isso já é motivo pra comemorar, há menos de três décadas quem diria que a gente teria tanto poder para falar o que quer e o mundo inteiro poder ouvir. Vamos parar de ser mimados e curtir, só isso.

    Responder

  • Marina Miury
    Visitar blog
    03 . 02 . 2012

    Depois de estudar em 6 escolas distintas, convivendo com pessoas tão diferentes entre si que possuíam todo o tipo e nível de educação – vulgo criação, respeito e conduta – e que apresentavam formas tão absolutamente desiguais de encarar o mundo e lidar com ele, uma coisa que eu realmente aprendi – quase que uma regra de sobrevivência – foi assistir todo e qualquer conflito sempre pelo lado de fora, com exceção daquelas raras ocasiões que não configuram as picuinhas de sempre e que colocam em cheque meus próprios princípios ou de alguma forma me envolvam em um nível pessoal. Isso não significa, contudo, que eu tenha a obrigação de guardar para mim mesma a minha opinião sobre essa questão, não é mesmo?
    Primeiramente, acho que é extremamente válido e justo as pessoas expressarem a saudade que sentem pelo que elas acreditam ser o "mundo blogueiro" porque dizer que sente saudade disso ou daquilo é um direito delas que não cabe a mim questionar, mas quando chega o ponto em que elas começam a depreciar aquilo que não corresponde ao seu "conto de fadas"/"Disneylandia" da blogosfera, dizendo que os novos assuntos abordados em determinados blogs são vazios, fúteis, informações desnecessárias para surprir falta de conteúdo ou – até mesmo – só uma forma de comprar os leitores (como ouvi recentemente), sinto vergonha alheia por essas almas infelizes e reprovo de verdade esse tipo de discurso infundado de pessoas amarguradas. Até porque, qual é ponto disso tudo?
    Acredito e espero que esse tipo de atitude não traga satisfação ou felicidade para ninguém, ela traz, na verdade, inimizades e antipatia e por que alguém em sã consciência ia querer algo assim? Quando tiver a resposta, Aninha, por favor compartilhe porque terá desvendado um grande segredo da humanidade. rs
    O que realmente importa, no final das contas, é nunca ligar para esse tipo de ladainha nada inteligente, é seguir em frente com o que você gosta, postando aquilo que VOCÊ quer postar no SEU blog pelos SEUS motivos – que ninguém deveria questionar.
    Quando eu vejo essas discussões, essas brigas, essas pessoas que acham que podem julgar as outras, apontar o dedo e dizer que acha que "isso é feio porque é feio" – como uma criança de 10 anos é capaz de fazer-, eu só posso lamentar a falta de capacidade das pessoas de exercer o respeito para com as demais pessoas, especialmente pessoas que elas não conhecem e consequentemente não tem motivos para desrespeitar e chatear. Se elas não gostam do
    conteúdo, são convidadas a fechar a página e nunca mais visitá-la com muito prazer. :) Se fulano de tal não gosta de ouvir falar de maquiagem – como é o meu caso – não tem motivo para ele ficar se ressentindo com as pessoas que tratam do assunto, basta não ler os posts que tratam de maquiagem e seguir com a vida como qualquer um deveria fazer sem se ater e deter a esses pequenos eventos que, no final das contas, não trarão nenhuma mudança para a vida dele, né?
    Bjo ;*

    Responder

  • Isabella
    Visitar blog
    03 . 02 . 2012

    Estou cansada de entrar no twitter e ver todo dia pessoas reclamando disso, de que era melhor antes, que postar coisas pessoais eram melhor e tudo mais, mas elas acabam não percebendo é que se a pessoas tem um blog literário, ou de moda é porque elas se sentem bem com isso, veja o meu caso, morro de vergonha de falar da minha vida (algo que é muito particular), mas tem algo dentro dela que eu amo e são livros, por isso o meu blog agora é voltado para esse tema, para mostar aos outros o amor que sinto por esse tema, e querer mostrar o quanto é bom ler, e mesmo assim não saio por ai falando mal dos blogs alheios, adoro ir em um blog pessoal e ler os textos, adoro vir aqui e me deliciar com os seus textos, gosto de blogs de moda, gosto de blogs de quase tudo. E concordo com a sua opinião, os blogueiros de hoje não são tão ruins, é certo que ás vezes tem aquela falta de conteúdo, mas isso pode ser melhorado, só não suporto pessoas que ficam falando que não dão créditos a blogs com colunistas ou com parceiros, eles não entendem que isso é uma abertura para mostrar o trabalho alheio e a dedicação que cada um possui. O que falta mesmo hoje em dia é o respeito e a consideração pelo trabalho alheio, porque não é só porque a pessoa tem um blog destinado a tal assunto, não quer dizer que ela se esforce ou esteja só interessada em algumas coisas. No meu caso e no de muiitas blogueiras que conheço é por amor a tudo isso.
    Desde pequena tenho blogs, alguns deles relatavam a minha vida, outros só falavam de banalidades, mas me sinto tão bem com o meu atual, faz parte de mim, é o que eu gosto, me sinto realizada e ver ele crescendo é a melhor parte, com todas aquelas pessoas lendo o que você tem para falar, é tão bom. E eu não gostaria que voltasse ao antes, tudo deve mudar querendo ou não, seja para melhor ou para pior o importante é o interesse de quem faz, e devo confessar que fico triste quando leio o que algumas pessoas andam falando, cutucando quem mudou o estilo, acho que cada um tem o direito de se expressar, não é falando que as coisas irão mudar. Adorei o post.

    Responder

  • Lucas Maia
    Visitar blog
    03 . 02 . 2012

    Esse assunto tem repercutido muito esses dias na blogosfera, já li alguns posts sobre o assunto e não concordo com alguns. Pois me parecem mais manuais de comportamento que te forçam a ser uma coisa que você não é. Não sei como era a 5 anos atrás, mas concordo com você sobre o novo. Sim, devemos sempre progredimos e nos atualizarmos, mas sem perder aquelas nossas essência. Até porque falar só da vida acaba sendo uma invasão de privacidade. Concordo que sempre devemos deixar nossa opinião, expressar nossos pensamentos sobre aquele assunto. A vida é uma constante mudança, o que você pensava a 5 anos atras não é o mesmo de hoje.

    Responder