Daquela boneca de porcelana

Pessoalidades

"De uma maneira ou de outra, a boneca afasta as pessoas porque acham que ela não é capaz de encarar e sem ao menos tentar, ficando com medo de toca-la, com medo de que ela rache. Então o que resta para estas pessoas é apenas procurar por outras que não sejam tão quebradiças, pois já estão tão fraturadas que nem percebem se forem rachadas mais um pouco, pois é assim que deve ser. O mundo é assim.

Fico me perguntando como é que isso irá acabar. Afinal, qual é a parte boa e ruim disso? Um verdadeiro impasse. Sem opções, mas sei que sempre tem, em algum lugar. E apenas vejo as pessoas indo e vindo sem olharem para trás e encarando tudo como se fosse normal, e o duro é que é verdade, isto é normal. E fico me perguntando porque não me vejo neste mundo, perguntando-me porque sou diferente deles. É a partir daí que vem o medo de ficar sozinha. E creio que isso não tem nada a ver com a faculdade."

Escrevi essas observações a alguns meses atrás. Lembro-me como eu ficava frutada quando as pessoas tentavam me tratar como "a garota que deve ser protegida"…

Engraçado como alguns meses pode mudar uma pessoa. Eu não me sinto mais deste jeito, a "boneca quebrável". Por mais que a Porcela seja frágil, consegui criar minhas próprias resistências. Aprendi a me virar, pensar em minhas próprias opiniões e deixar de se importar com o que os outros acham de mim. Estou caminhando ainda… por mais que aos olhos dos outros seja imperceptível, para mim foi um grande passo.

Não sinto mais raiva por ser tratada assim pois mais cedo ou mais tarde, perceberão que já não sou mais aquela garotinha de 15 anos que acreditava nos contos de fadas. O príncipe encantado não existe e jamais aparecerá alguém montado em um cavalo branco que aparecerá na porta de sua casa. Gosto de seguir o conselho de Shakespeare: "plante o seu jardim e decore sua alma, ao invés de esperar que alguém lhe traga flores".

Não tenho tantas dúvidas como antigamente. Não tenho mais medo de arriscar. Não sou mais tão transparente como antes. Sei o que quero e o que devo fazer. E não preciso mais de "proteção". Caso continue, como poderei crescer? Não viverei numa bolha. E ultimamente meus pais estão percebendo isso.

E por mais que eu tenha mudado, ainda continuo sendo de porcelana, mas com uma leve armadura anti-quebra. Posso cair milhares e milhares de vezes que farei o possível para continuar intacta. Caso quebre ou rache, servirá de aviso para não errar na próxima vez. Tenho muito chão pela frente, muitas pedras para tropeçar, muitas decisões a tomar. Só não quero que fazem mais isso por mim.

Consegui comprar meu ingresso do Harry Potter… e pré-estreia ainda! (Empolgada porque nunca fui numa pre-estreia!) *-* E como meu pai não vai fazer questão de acordar as três da madrugada para me buscar, então dormirei na casa de uma amiga.

Veja também...

Não nasci para ser "blogueira"
Realizações de 2016 e pedidos para 2017
Projeto Mete a Colher: Sororidade na palma da mão

20 Comentário(s)

(20 pelo blog e pelo facebook)
  • Ohara
    Visitar blog
    18 . 07 . 2015

    Estou no mesmo momento que você &estava&.
    Eu sim,, sinto-me frustrada muitas vezes, mais estou caminhando, o que ao ver de muitas pessoas, é imperseptivel.
    Bjs.

    Responder

  • Suanny
    02 . 09 . 2009

    OiiÊ!! Ana Flávia *3*
    Eu sei que a gente não se conhece,porém eu tinha que te falar adorei o seu blog muito bem elaborado.
    :¨•.•¨:
    `•. beijos&commuitogloss!
    *cool

    Responder

  • Millena
    Visitar blog
    15 . 07 . 2009

    Um dia mudando e olhamos para trás e vemos como tudo foi tão diferente. Podemos rir ate de como fomo imaturas, bobas e ver como eramos. Mas aquela menina inocente, cresce e fica madura. Isso é a vida. E daqui a pouco você terá outra vida e verá que cresceu mais ainda!

    Beijos e seja feliz!

    Responder

  • Drêe
    Visitar blog
    15 . 07 . 2009

    Olá Ana! Quanto tempo não visito seu blog, rs. Estive fora por um com tempo do mundo blogueiro ÇÇ. Mais voltei agora, com o EP, e somente para colocar meus textos e minha crônicas, pois amo ³ escrever :) Aqui continua lindo como sempre, adorei o novo theme *–* Amei o post! Sim, é muito ruim, vermos as pessoas nos privando de certas coisas, pois acharem-nos quebrável e que aidna não estamos prontas, mas, como você disse, aos poucos vamos criando uma 'armadura' e vemos o mundo de uma forma diferente. Hum, foi ver HP? O que achou? Eu ainda não fui ver, acho que só vou ver semana que vem mesmo :/. Bjs e mais sucesso ainda ;*

    Responder

  • Jéeh
    Visitar blog
    15 . 07 . 2009

    Uma hora a gente tem que crescer né, e deixar de se preocupar tanto com o que os outros pensam!
    Fico feliz por você, Aninha!
    ^-^

    Beijos *:

    Responder