Madly Luv ~ Since 2007 ~ By Ana Flávia Cador Faça seu login
 
Jan 25, 2012
 

Já sentiu?

Rabiscos Alheios e Reflexões 

Sabe aquela vontade de fugir? Aquela vontade imensa de sair de casa? Aquela mesma sensação de quando você era criança e queria fugir para a casa da árvore e viver lá até o resto de sua vida? Que talvez, vai saber, é a mesma sensação de quando você percebeu que virou gente grande e quer seguir seu caminho com suas próprias pernas? Que você já está cansado de sempre agradar os outros e sempre fazer o que eles mandam pedem? Conhece aquela sensação de que agora é a hora que você mais precisa seguir à risca o que seu coração pede porque ele já não aguenta mais?

Já sentiu a sensação de acordar na calada da noite com um vazio no peito com vontade de gritar, chorar, e ouvir uma voz ao pé do ouvido que você precisa fazer parte de algo muito maior do que você? Sabe quando sente falta de se aconchegar num abraço, mas que não é um abraço qualquer, mas o abraço Dele? De querer sentir seu coração pular e se emocionar? Conhece aquela sensação de que você pode e quer ser útil para um propósito maior? Aquela sensação de paz? Aquela sensação de se entregar completamente…

A sensação de ser mais que completa, felicidade acima do normal que você já teve em seu dia mais alegre. A sensação de segurança, de que Alguém está e sempre esteve ali por você. Você se distanciou. Está na hora de subir a colina novamente garota, e você sabe que será difícil. Você sabe que terá que quebrar muitas coisas das quais você acreditava, e reformular as que você deixou de acreditar com a distância. Mas você sabe que ao chegar no topo, a vista será a mais bela de todas…

Você já sentiu isso? Então.

"Ele está aqui para o quebrado e vida para o que é perdido. Ele é paz para os feridos e esperança para o desamparado. Ele está aqui…"

Be Still, by Kari Jobe

(fonte da imagem: sashabell)

Beijos,Aninha
 
 
Beijos,Aninha
 
 
Jan 04, 2012
 

Não basta apenas dizer "Bingo!" e voilá

Dicas e Reflexões 

A alguns anos atrás eu achava que uma ideia genial brotava-se do nada na cabeça das pessoas. Ôh dó, como eu estava enganada… Eu mal imaginava que antes de gritar a palavra "Bingo!" tinha um monte de fracassos, pequenas ideias acumuladas, incubadas e transformadas. Depois que fui entrando no mundo do Design fui percebendo que (quase) nada surge por acaso, e que requer tempo para você amadurecer aquela ideia.


(font da imagem: vecteezy)

Quando entrei na faculdade minha mente ficou mais clara ainda quanto a isso. Há vários processos que faz parte de uma grande ideia, e, muitas vezes, o resultado final não tem nada a ver com o que você tinha pensado antigamente, porém, tem grandes chances ser mil vezes melhor do que a ideia original. Vai se aperfeiçoando e amadurecendo. É como praticar desenho. Já percebeu como você desenhava mal quando era criança? E quem continuou com o gosto de desenhar, olha só como são os seus desenhos de hoje! Completamente diferentes. E é pior do que quando se tinha 5 ou 6 anos? Não, né? Então.

Funciona também da mesma maneira no Design Gráfico. Suponha que um dia você estava tomando banho e de repente surge aquela inspiração divina. Você não pode deixar isso na mão, anota em algum caderninho ou bloco de notas (por que você acha que muitos designers sempre andam por ai com um scrapbook fuleiro cheio de rabiscos, desenhos sem noção, e frases aleatórias?). Mais tarde aquilo vai te ajudar de alguma forma, ou até mesmo em mais de um projeto seu — mas não deixe de lado sua ideia, jamais! Deixe-a guardadinha ali para casos futuros, e você verá que com o tempo, aquela mesma ideia foi se modificando, aperfeiçoando e ficando incubada em sua mente. Isso faz parte do nosso processo criativo, extremamente importante para um ótimo design.

   Ler mais…

Então, ainda acha que é apenas dizer "Bingo!" e voilá? #ficadica. ::cool::

Beijos,Aninha
 
Palavras-chave:
 
Beijos,Aninha
 
23 pages