Madly Luv ~ Since 2007 ~ By Ana Flávia Cador
 
Feb 15, 2011
 

Memes #3

Meme 

Memes sempre são legais de se fazer, principalmente quando você quer distrair sua cabeça. De um mês para cá recebei bastante memes e não postava nenhum porque eu estava acumulando tudo num post só, rs. O primeiro foi indicação da Talita, o segundo e terceiro pela Priih, o quarto pela May, o quinto pela Renatinha e o ultimo fui indicada pela Andreia ;D

1) Uma foto, mil palavras…


Fotos que sempre me intriga são aquelas do cotidiano. Camas desarrumadas, janelas abertas, roupas jogadas pelo chão, livros e acessórios pela cama. Fico imaginando o que aconteceu naquele local e o que levou a ideia de alguém ter a vontade de fotografar. Imagino mil e uma histórias e interpretações daquela simples cena. Me faz viajar em meus próprios pensamentos. É corriqueiro, simples, real e utópico ao mesmo tempo. Nunca vejo fotos assim como um clichê como muitos devem achar. Quem acha sem graça só não consegue pegar a essência. E sim, fotos deste jeito falam muito mais do que as fotos de retrato de orkut.

   2) Perguntas e respostas ↓

   3) Desafio dos 7 ↓

   4) Retrospectiva Literária 2010 ↓

   5) Coisas aleatórias ↓

   6) Minha vida de acordo com Taylor Swift ↓

Não tenho ninguém específico para indicar porque já vi muito blogs com estes memes. Sempre sou uma das últimas a ser indicadas, rsrs. Então, faça quem quiser ;D

Beijos,Aninha
 
 
Beijos,Aninha
 
 
Nov 13, 2010
 

Campanha: Este blog é contra o bullying!

Meme 

1. Explicar o que é bullying

    "Bullying é uma situação que se caracteriza por atos agressivos verbais ou físicos de maneira repetitiva por parte de um ou mais alunos contra um ou mais colegas. O termo inglês refere-se ao verbo "ameaçar, intimidar". A versão digital desse tipo de comportamento é chamada de cyberbullying, quando as ameaças são propagadas pelo meio virtual. Estão inclusos no bullying os apelidos pejorativos criados para humilhar os colegas. E todo ambiente escolar pode apresentar esse problema. A escola que afirma não ter bullying ou diz não saber o que é, está negando sua existência. Não acho "apelidinhos" inofensivos ou engraçados. Rotular pessoas não é brincadeira e não pode ser admitido."

2. Contar se você já passou por isso ou não. Se sim (e você estiver a vontade) conte sua historia. Caso contrário expresse sua opinião sobre o assunto

    Eu tinha cerca de 10 anos quando sofri um certo bullying. Não foi um dos mais ferrados e ninguém nunca me tacou na parede a ponto de querer me bater, rsrs. Eu era gordinha e muito pequenininha quando era criança e me chamavam de botijãozinho de gás, baleia, esacaladora de rodapé e meio-fio, ou Mônica (é, a da Turma da Mônica mesmo, porque eu era estressadíssima e apelava demais). No início eu ficava estremamente triste, vinha chorando para casa; depois veio a raiva, onde eu queria bater no primeiro que abrisse a boca; e depois a "conformidade". Aliás, não era bem uma conformidade, mas sim um botãozinho "foda-se" que encontrei em mim e depois disso foi parando aos poucos (depois de muita dificuldade, claro).

    Sei muito bem que sofrer bullying não é fácil. Além de ter passado por isso, eu presenciava isso no colégio, inclusive com os meus melhores amigos. As pessoas que estavam na minha sala pareciam que não tinham a ideia que uma pessoa com dificuldades de aprendizado não significava que era débil mental e alvo de bolas de papel e xingamentos que íam muito mais além do que uma ofensa, mexiam no psicológico. Inclusive presencio isso ainda hoje, só que através do cyberbullying.

3. Divulgar o link do blog que deu início a circulação do selo

Blog Efeito Menina: Diga NÃO a violência infantil!
Blog Doce Insensatez

4. Indicar mais 6 blogs que você acha que vão aderir a esta campanha.

Acredito que a Talita Korb, Mih, Angélica, Denize, Andreia e a Mylena tenham a consciência do quanto o bullying é uma coisa séria. Gostaria muito que pelo menos uma de vocês divulgassem essa campanha com o intuito de mostrar que este ato é uma violência, podendo acarretar sérios problemas psicológicos nas crianças e jovens, tornando-os infelizes e com medo de viver. E se você também quiser aderir à esta campanha, melhor ainda! Como disse a Lílian, quanto mais gente participar, melhor! ;D

Agradeço os comentários do post passado, realmente foram muito importantes para mim e agradeço de coração! ::love::

Beijos,Aninha
 
 
Beijos,Aninha
 
10 pages